Morador de Santana de Parnaíba é preso por falsificar documentos, cartões bancários e cheques

Cidades Destaque

A Polícia Militar capturou, na manhã de quarta-feira (4), um homem, de 39 anos, que era procurado da Justiça e foi flagrado com farto material usado para falsificação de documentos usados para golpes.

Uma equipe do 5º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) estava em patrulhamento no centro de Pirapora de Bom Jesus quando se deparou com um GM/Spin, parado próximo a uma agência bancária, sendo que o ocupante demonstrou nervosismo ao notar a presença da viatura.

Os militares então resolveram realizar abordagem e com ele apreendidos um cartão e R$ 1.538. Após pesquisa dos dados pessoais do suspeito, foi constatado que ele era procurado pela Justiça pelos crimes de roubo e furto. Ele foi detido e entregou um comparsa.

O segundo suspeito foi encontrado dentro de um bar da região, contudo, nada de ilícito foi encontrado com ele. Durante as atividades, os militares apuraram que os abordados estavam na companhia de uma mulher e que ela teria entrado no banco.

Os policiais entraram no estabelecimento e encontraram uma cédula de identidade no nome de uma mulher e três cartões bancários em nome de terceiros, abandonados no balcão. O documento encontrado, segundo apurado, pertence a mulher indicada pela dupla.

Em continuidade às diligências, os policiais foram até a casa do primeiro acusado, onde ele admite que haveria mais materiais de crime. No imóvel, na Vila do Chaves, no município de Santana de Parnaíba, foram encontrados vários petrechos de falsificação.

Ao todo, foram apreendidos 17 cartões bancários, dez talonários de cheques, uma carta de baralho para falsificar, mais de 600 folhas de cheque – entre preenchidas, em branco e falsificadas –, cerca de 20 requisições para banco, além de mais de 80 espelhos de documentos.

Os materiais foram apreendidos para perícia. O morador da casa foi preso em flagrante e indiciado por estelionato e uso de documento falso. As investigações prosseguem para esclarecer a participação do segundo suspeito e capturar outros possíveis envolvidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *