Obras da Sabesp desviam trânsito de vias em Barueri

Cidades

O Demutran, por meio do Departamento de Engenharia de Tráfego, da Secretaria de Segurança e Mobilidade Urbana de Barueri, montou uma operação especial para atender condutores de veículos que trafegam em trechos viários da Aldeia de Barueri e Alphaville, durante o período de obras do projeto da Adutora de Água Tratada (AAT) Gênesis.
Na Aldeia de Barueri, o motorista que estiver na avenida General de Divisão Pedro Rodrigues da Silva e for seguir pela rua da Prata, passando por baixo da ponte Akira Hashimoto, vai encontrar um desvio em razão de interdição de parte da Marginal Esquerda do Rio Tietê (sentido Parque Dom José). Daí, a opção é entrar na rua Benedito Dias, avenida da Aldeia ou rua Sergipe para continuar dirigindo-se ao destino desejado. Por ser pista local, a rua Benedito Dias terá placas de proibido estacionar em um lado (sentido Centro) por 60 dias. Depois disso, o trecho da Marginal Esquerda será liberado. Simultaneamente, do outro lado do Rio Tietê, na avenida Doutor Dib Sauaia Neto, em Alphaville, de acordo com o Demutran, tem uma interdição parcial entre a estrada da Aldeinha e a rua São Paulo, na faixa da direita (sentido Osasco). Por conta das obras da Sabesp, o Demutran implantou e ajustou algumas alterações viárias na região. Na avenida Piramboia, o trecho entre a avenida Piracema, no Tamboré, até a estrada da Aldeinha, em Alphaville, terá trânsito proibido no sentido Alphaville de segunda-feira a sexta-feira, das 17 às 20 horas.Com o objetivo de informar aos motoristas, o órgão colocou ainda, em Alphaville, sinalização temporária de desvios em todas as vias do Green Valley, Aplha Conde e 18 do Forte. Ou seja, em todos os locais que integram o tráfego de veículos na avenida Doutor Dib Sauaia Neto (incluindo a Via Parque).
Para fugir dos desvios ou trechos interditados, o Demutran recomenda os motoristas a usarem as rotas alternativas de tráfego como a rodovia Castello Branco, Ponte Akira Hashimoto, Ponte Macedo Arantes, avenida Alphaville e alameda Rio Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *