Osasco, forte polo imobiliário e líder em lançamentos na Grande São Paulo

Capa Cidades

Fonte: Central de Concursos


Desde 2017, Osasco está entre as cidades que lideram os lançamentos imobiliários.


Desde o ano de 2018 é observado um crescimento no lançamento de novos empreendimentos em algumas cidades do estado de São Paulo. Osasco, Barueri e Guarulhos são três exemplos que têm chamado a atenção das construtoras e das pessoas interessadas em adquirir uma casa ou apartamento, ocupando o posto de líderes em entregar de novos imóveis para a população..

Os imóveis à venda em Osasco tiveram, inclusive, uma valorização no valor do metro quadrado. Em 2018, o metro quadrado na cidade era avaliado em cerca de R$ 5 mil. Agora, o valor já se encontra na casa dos R$ 6 mil. Tanto que, na região metropolitana de São Paulo, Osasco está entre os líderes de lançamentos, posto que ocupa desde o ano de 2017.

Em um comparativo dos últimos três anos, percebe-se que a região raramente deixa o primeiro lugar, quando analisada a quantidade de empreendimentos que são lançados. No ano anterior, mais de 2 mil imóveis foram entregues e no primeiro semestre de 2019 já estava muito próximo dos 1 mil.

Casas, apartamentos e condomínios

Engana-se quem pensa que se tratam de imóveis simples. Osasco recebe construções de casas, apartamentos e até de condomínios completos, com muitas torres. Estes últimos acabam quase que se tornando um novo bairro dentro da própria cidade.

A procura pela cidade se deve a oportunidade de focar nestes grandes empreendimentos. A capital não tem mais espaço – ao menos nos bairros mais atrativos e de fácil acesso – para receber condomínios e enormes apartamentos. Porém, Osasco sim. As construtoras viram então uma oportunidade de expandir os negócios e ao mesmo tempo contribuir para o crescimento da região metropolitana de São Paulo.

Afinal, é um ciclo que acontece naturalmente. Quanto mais casas e apartamentos à venda em Osasco forem encontrados – e aqui você pode incluir aqueles que se encontram em condomínios fechados – maiores as chances de as empresas quererem se instalar na região.

A cidade se beneficia e os moradores também, pois estarão vivendo em uma região metropolitana tão completa e valorizada quanto alguns bairros da capital paulista.

Recuperação do setor imobiliário

Antes de 2017, houve um período de baixa no mercado imobiliário, porém, Osasco foi uma das primeiras cidades que deu sinais de que ia na contramão da crise. O principal motivo para esta mudança foi a queda nos juros de financiamento, que permitiu que as pessoas se sentissem mais incentivadas a comprar imóveis, seja para morar ou como um investimento.

Assim, conforme a população foi demonstrando seu interesse em ter uma casa ou apartamento na região metropolitana de São Paulo, as construtoras enxergaram o momento certo e definiram o tipo de imóvel ideal. Atualmente, os condomínios fechados e as torres altas são o que mais chamam a atenção.

Em Osasco mesmo, existem condomínios fechados com várias torres, que totalizam cerca de dois mil apartamentos disponíveis. O valor destes apartamentos, que pode ter de 90 a 125 metros quadrados, fica na casa dos R$ 390 mil.

O paulista está deixando a capital

O custo de vida na capital de São Paulo está se tornando cada vez mais alto. Uma consequência desta situação é que as pessoas estão preferindo deixar São Paulo e viver na região metropolitana.

Assim, têm fácil acesso a capital – onde estão seus empregos e outras atividades atrativas – mas podem viver em imóveis mais baratos e com melhor qualidade de vida, já que estão bem localizados.

Em janeiro deste ano, Guarulhos estava na liderança, mas Osasco recuperou o posto de primeira cidade com mais investimentos imobiliários. Outro fator que tem atraído cada vez mais pessoas para a região metropolitana – e as convencendo a deixar a capital – é o fato de que as cidades próximas são mais tranquilas, têm menos trânsito, são menos barulhentas e oferecem muito do que é encontrado em São Paulo.

Empreendimentos de alto padrão

Além do custo de vida menor – e do próprio custo do imóvel – as casas em condomínio à venda em Osasco também agradam por serem empreendimentos de alto padrão. A região central da cidade é onde mais se encontram este tipo de casas ou apartamentos.

O objetivo é oferecer um espaço em que o morador se sinta confortável e possa aproveitar ao máximo, sem a necessidade de deixar o condomínio. Piscina, quadra de tênis e até jacuzzi já são encontradas como parte das áreas de lazer, para garantir que as famílias queiram fixar residência em Osasco.

Antes, este tipo de imóvel era encontrado em alguns bairros da capital, com um custo muito mais elevado – para compra e manutenção. Agora, na região metropolitana, há a possibilidade de oferecer o máximo de benefícios – e qualidade de vida – para quem opta pelas casas ou apartamentos de condomínios, com um valor mais atrativo e até mesmo acessível.

Quando as construtoras começaram a focar na Grande São Paulo, principalmente na região de Osasco, a ideia era atrair pessoas que conseguiam se enquadrar no programa Minha Casa Minha Vida. Agora o foco é outro e os empreendimentos de luxo, quase condomínios-clube é que estão valorizando a cidade e chamando a atenção.

Osasco tem público para os imóveis de alto padrão, então, não há porque as construtoras não se focarem nisso. O foco na classe A e B, com renda situada acima de R$ 8 mil permite oferecer casas e apartamentos diferenciados, principalmente os que estão situados em condomínio fechado.

Ainda assim, o foco maior está nos apartamentos em torres, que permitem aos moradores o conforto e a segurança que um apartamento oferece, com todos os benefícios de um condomínio de luxo.

Percebe-se que Osasco se mantém como forte polo imobiliário e líder de lançamentos exatamente por ter percebido boas oportunidades de mercado. Para alavancar o mercado de imóveis, começou focando nas famílias de baixa renda, mas agora, ao ver que o paulista está em busca de melhor qualidade de vida e quer fugir do trânsito da capital, a ideia é atender as classes mais altas.

Assim, os condomínios fechados e os imóveis e alto padrão tem ganhado destaque, sem contar que contribuem para valorizar a cidade e torná-la uma referência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *