Professora apanha de mãe de aluno em Carapicuíba e desabafa: “Não valemos nada. Profissão ingrata”

Capa Cidades

Fonte: Carapicuíba Nua e Crua

Na manhã desta quarta-feira, 2, a professora Vanessa Rosa, que dá aulas na EMEF João Hornos Filho, na Vila Cristina em Carapicuíba foi agredida pela mãe de um aluno. Segundo consta no Boletim de Ocorrência, a professora foi agredida após se recusar a liberar um aluno de sua turma para a mãe de um aluno de outra turma, já que a mulher não tinha autorização para retirar seu aluno.

A mulher não gostou da atitude da professora e partiu pra cima da educadora dando tapas. Alguns pais relataram que a confusão foi grande e até alunos ficaram feridos.

A professora Vanessa, em seu Facebook, disse que “o professor está largado. Não valemos nada. Profissão ingrata”, lamentou a professora.

Leia o desabafo dela no facebook:

“Você está trabalhando e apanha de uma mãe, porque estava protegendo a criança. Os pais tudo olhando, ninguém faz nada. A escola, também não faz nada. Isso é um absurdo. Estamos abandonados. Ninguém olha por nós. O professor está largado. Não somos nada. Não valemos nada. Profissão ingrata.”

Posicionamento da Prefeitura

A Prefeitura de Carapicuíba lamenta o caso ocorrido na Escola João Hornos. É importante esclarecer que a Secretaria de Educação está prestando todo auxílio à professora, oferecendo inclusive atendimento psicológico.
A Guarda Municipal esteve na escola em poucos minutos do ocorrido. Além disso, a própria secretária de Educação acompanhou a professora na Delegacia. Todos os envolvidos prestaram esclarecimentos à polícia, que está investigando o caso.
A Prefeitura ressalta que a conduta da professora de não liberar o aluno sem autorização prévia foi correta, pois os profissionais da educação prezam a segurança das crianças. Toda escola deve ser comunicada pelos pais, caso outra pessoa esteja autorizada a buscar o aluno. Vale a pena destacar que esse foi um caso isolado, que não reflete a conduta dos pais de alunos da rede pública municipal de Carapicuíba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.