Projeto incentiva doação de cabelo em Osasco

A Câmara Municipal de Osasco realizou uma audiência pública nesta segunda-feira, 10 para debater o Projeto de Lei (PL) 25/2019, que cria uma campanha para incentivar a doação de cabelo no município. O material arrecadado seria utilizado para a confecção de perucas destinadas a pessoas menos favorecidas em tratamento contra o câncer.
A proposta, de autoria do Vereador Ricardo Silva (PRB), determina que a ação deverá ser realizada anualmente pela Prefeitura, sempre na semana do Dia Nacional de Combate ao Câncer, que é celebrado em 27 de novembro.
Para o autor do PL, essa é uma medida que, apesar de simples, faz muita diferença na vida de quem luta contra uma doença grave. “Conversando com especialistas, pude ver o quanto é importante a questão da autoestima da mulher para alcançar resultados positivos no tratamento”, declarou Silva durante o evento.
O texto propõe ainda que a campanha poderá realizar parcerias com entidades públicas e privadas para “sensibilizar e estimular potenciais doadores, mediante a realização de mutirões e disponibilização de postos de coleta”.
Diversos hospitais e instituições da Grande São Paulo aceitam doações de cabelo, entre elas o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo e a Associação dos Amigos do Hospital das Clínicas.
O evento também contou com a participação da psicóloga Ivanir Maciel, que comentou sobre as fases pelas quais passam os pacientes em tratamento contra o câncer. Após o diagnóstico, a pessoa fica vulnerável e passa por um processo de luto. Segundo Ivanir, o apoio da família é fundamental para aplacar o sofrimento de quem luta contra a doença.
“É preciso estar do lado e dar apoio. Simples assim. Deixe a pessoa falar, deixe a pessoa se manifestar e falar o que ela precisa. Não olhe com dó, com pena. Deixe ela pedir ajuda”, sugeriu a psicóloga.
O PL 25/2019 está tramitando desde março na Câmara e recebeu parecer favorável de todas as comissões encarregadas de analisá-lo. Para virar lei, a proposta ainda precisa ser aprovada em Plenário, em duas votações, e receber a sanção do Prefeito.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here