Quartas definidas

Bruno Prado Copa do Mundo

França x Uruguai: A França tem muitos jogadores talentosos, o desempenho coletivo oscila bastante. O time de Pogba, Griezmann e Mbappe é capaz de momentos sensacionais, como nos 3 gols em 11 minutos na Argentina, como é capaz de tomar uma virada improvável de um time desorganizado como aconteceu neste mesmo jogo. Do outro lado está o Uruguai que é um time que se destaca pela segurança defensiva e conta com uma excelente dupla de ataque, se Cavani não jogar será uma ausência pesada, o meio-campo melhorou com Torreira e Betancourt, mas ainda prefere deixar a bola com o adversário. Coloco a França um pouco na frente, apesar da irregularidade. Abrir o placar será decisivo neste confronto. Se estiver em desvantagem, os franceses não encontrarão contra os uruguaios os mesmos espaços que encontraram na defesa argentina.

Brasil x Bélgica: Grande jogo. Duas seleções com muito talento e ataques poderosos, muito legal poder reunir jogadores como De Bruyne, Hazard, Lukaku, Coutinho e Neymar no mesmo jogo. Os dois times são criativos e têm jogadores que podem decidir em um lance, a vantagem brasileira está na defesa. Mesmo nos momentos mais complicados em partes dos jogos contra Suíça, Sérvia e México, Alisson não precisou trabalhar muito, a ausência de Casemiro pode diminuir um pouco essa segurança defensiva, mas Fernandinho pode suprir bem a ausência. A Bélgica sofre defensivamente, principalmente quando perde a bola, o time demora para se recompor, o problema é na chamada transição defensiva. A Bélgica joga com 3 zagueiros e nem sempre os alas estão alinhados aos zagueiros formando a tão falada linha de 5, falta gente também no meio-campo, Witsel e De Bruyne ficam sozinhos em muitos momentos do jogo. Acho que existe grande chance de mudança na equipe de Martinez, não ficaria surpreso com a saída de Mertens para a entrada de mais um jogador no meio. Aposto no Brasil pela solidez defensiva, mas a Bélgica tem capacidade e qualidade para encarar o time de Tite.

Rússia x Croácia: A seleção da casa é o time que mais me surpreende na competição, os amistosos de preparação foram ruins em resultado e desempenho, mas na Copa o time rende bem desde a estreia. Os russo apostam muito na organização defensiva e na força e correria no ataque. Golovin já era um destaque, mas Cheryshev e Dzyuba surpreenderam, eram reservas e viraram peças importantes.  A Croácia tem muito talento, principalmente no meio-campo com Modric e Rakitic, mas é um time que ainda fica mais a vontade atuando de forma reativa, apesar de ter talento para propor jogo, falta mais força na chegada ao ataque, o time toca a bola de maneira lenta, principalmente no campo do adversário. Os croatas são mais talentosos, mas os russos estão bem. Temos grande chance de pênaltis neste confronto.

Suécia x Inglaterra: Os ingleses buscam mais o ataque, mas sofrem com pouco espaço e a Suécia não oferecerá espaços para a Inglaterra. A articulação do meio-campo inglês ainda não é boa, falta um pouco mais de Dele Alli na Copa, no ataque Sterling erra muito nas tomadas de decisão, Trippier tem sido uma arma importante no apoio pela direita e na bola parada, Kane é o grande diferencial, artilheiro com presença de área, mobilidade e habilidade. A Suécia é um time que merece respeito pelo desempenho recenta, nas Eliminatórias ficou na frente da Holanda na fase de grupos e derrubou a Itália na repescagem, na Copa se classificou no grupo em que a Alemanha foi eliminada, apesar da derrota para os alemães no confronto direto. Não é fácil fazer gol na Suécia, mas o time também sofre para marcar, o jogador mais talentoso é o meia Fosberg. No ataque, Toivonen tem altos e baixos, mas tem capacidade para decidir, Berg corre muito, mas normalmente produz pouco. Aposto na Inglaterra, mas não será fácil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *