Quase metade dos usuários do Poupatempo de Osasco usa cartão de débito para pagamento de taxas

Usar o cartão de débito para pagamento de taxas de emissão de documentos pode reduzir pela metade o tempo de atendimento nos postos Poupatempo. Um levantamento feito em todas as unidades do programa no Estado identificou que o posto de Osasco é o que mais recebe pagamento de taxas com cartão de débito. No último mês de março, 49% das transações realizadas na unidade foram por meio das maquininhas de cartão. 

Além evitar fila no caixa do banco, o uso do cartão também garante mais segurança ao usuário, que não precisa correr risco portando dinheiro vivo. Entre as taxas que podem ser recolhidas com cartão de débito estão as do RG, CNH e Licenciamento de veículos.

Apesar das facilidades que a tecnologia oferece, muita gente ainda perde tempo em filas para pagar as taxas no banco e com dinheiro vivo. Para conscientizar a população, o Poupatempo está iniciando um esforço em todas as suas unidades para divulgar as vantagens do uso do cartão de débito. “Pagando na maquininha de cartão, o cidadão economiza tempo e evita colocar a segurança em risco andando com dinheiro vivo”, explica Ernesto Mascellani Neto, Superintendente da Prodesp, empresa do Governo do Estado que administra o Programa Poupatempo.

O Superintendente diz que a Prodesp estabeleceu como meta o aumento do percentual de pagamento das taxas de RG e CNH nas maquininhas para pelo menos 40% até junho, 50% até setembro e 60% até dezembro deste ano. “O Poupatempo já conta com 98,8% de aprovação, segundo a última pesquisa de avaliação externa com os usuários, mas nossa meta é continuar investindo em novas tecnologias de atendimento para manter e se possível melhorar ainda mais a satisfação dos cidadãos”, acrescenta Neto.

Na emissão de uma segunda via do RG ou da CNH, por exemplo, o tempo entre recepção, fila do banco, mesa de atendimento e coleta biométrica pode chegar a 45 minutos. Usando o cartão o tempo é de aproximadamente 25 minutos. 

Na emissão de uma segunda via do RG, o cidadão que opta pelo pagamento em dinheiro precisa passar pela recepção, depois ir ao caixa do banco efetuar o pagamento, em seguida retornar à recepção com o comprovante e só então irá para a mesa de atendimento e para a coleta biométrica. Com cartão de débito é possível pular etapas e ir diretamente da recepção para a mesa de atendimento. O mesmo vale para quem vai tirar a 2ª via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e também para outros casos em que há taxas a serem pagas, como o pedido de substituição da CNH provisória pela definitiva ou na hora de renovar o documento.

Se quiser economizar ainda mais tempo na solicitação do RG, o cidadão pode recolher a taxa ao fazer o agendamento de horário de atendimento pelo portal www.poupatempo.sp.gov.br. O pagamento pode ser feito pela internet. O agendamento e pagamento da taxa também podem ser feitos nos totens de autoatendimento disponíveis em 19 postos e também em estações do Metrô e CPTM, shoppings e supermercados (endereços disponíveis no portal do Poupatempo). 

No caso do licenciamento de veículos, o serviço pode ser realizado diretamente nos caixas eletrônicos ou nos sites dos bancos. Não é necessário ir aos postos Poupatempo e nem ao Detran e o documento pode ser entregue em casa, pelos Correios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here