Retorno das aulas nas escolas estaduais poderá acontecer em 4 de fevereiro

Capa Cidades

O governo de São Paulo manterá a autorização para retorno das aulas presenciais em 2021 mesmo se o estado apresentar elevação nos casos de coronavírus e retornar para fases mais restritiva das flexibilizações econômicas estabelecidas pelo plano estadual.

“O governo de São Paulo acatou integralmente a orientação da secretaria da educação e do Centro de Contingência para manter o retorno gradual das aulas presenciais para o ano letivo de 2021. O decreto que autoriza as aulas em todas as fases do plano são Paulo será assinado por mim hoje e publicado amanhã no Diário Oficial do Estado de São Paulo”, afirmou o governador João Doria.

Pelas regras atuais, as escolas tanto públicas quanto privadas só podem abrir em regiões que estejam na fase amarela da proposta.

A medida foi anunciada durante coletiva de imprensa na tarde desta quinta-feira (17). A previsão é a de que o ano letivo seja retomado no dia 4 de fevereiro do próximo ano. O decreto com as novas regras será publicado no Diário Oficial desta sexta (18).

“O retorno ocorrerá de forma regionalizada conforme critérios de segurança estabelecidos pelo centro de contingência do Covid-19. A decisão para manter escolas abertas é embasada em experiências internacionais e nacionais que tem por objetivo garantir a segurança dos alunos, dos professores e dos funcionários da rede pública e privada de ensino em todo estado de São Paulo, tem também por objetivo o desenvolvimento cognitivo e socioemocional de milhões de crianças e adolescentes no estado de São Paulo”, disse Doria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *