Ska Brasil perde para o Santos no Paulistão Feminino

Capa Esportes

Nesta quarta-feira (3), o Ska Brasil estreou no Paulistão Feminino Série A1, principal competição estadual do futebol feminino. Diante da tradicional equipe do Santos, o time de Santana de Parnaíba fez uma boa partida, se defendendo do forte ataque adversário, mas a partida terminou 3 a 0 para as Sereias da Vila. Mesmo com a derrota, o elenco se mostrou bem postado dentro de campo e orgulhoso da performance.

Com um grupo de 14 atletas Sub-20, somadas à uma atleta nascida em 2002 e uma nascida em 1996, o Ska Brasil entrou em campo diante do Santos sabendo da dificuldade que teria pela frente, mas mostrou grande dedicação e garra durante a partida para segurar o ímpeto do ataque santista, contando com uma atuação incrível da jovem goleira de 18 anos, Angélica Lavor, a Tchélly, que defendeu a maioria das investidas das Sereias da Vila.

“Estou muito feliz. É uma experiência muito grande que estou vivendo e é um prazer enorme representar o escudo do Ska Brasil. Poder estrear no Profissional, jogar a primeira divisão, enfrentar o Santos, com todo esse elenco maravilhoso e essa comissão técnica… Então estou muito feliz, não sei nem explicar o que estou sentindo, ainda mais agora sabendo que fui uma das indicadas para melhor da partida e fui elogiada na transmissão’, afirmou Tchélly, que foi indicada para o troféu de melhor atleta da partida, e inclusive terminou o jogo em primeiro na votação popular no Instagram do Paulistão Feminino. Porém, o troféu ficou com Tayla, do Santos.

Quem também foi indicada à melhor da partida e chamou atenção dentro do jogo foi a meio-campista e capitã Gabi Soares, de 19 anos, que chamou o jogo e mostrou sua qualidade técnica na partida. O treinador Marcus Mancha celebrou a postura da equipe na estreia. “Sempre tem aquela ansiedade da estreia, ainda mais de enfrentar um time como o Santos, que disputa também o Campeonato Brasileiro. Sabíamos que ia ser um jogo difícil, mas como sempre falamos, nós focamos muito em performance e nosso time é muito jovem. Então ver a entrega das nossas atletas hoje dá uma moral muito legal para seguirmos na competição, querendo sempre melhorar, evoluir. Então seguimos acreditando no que estamos fazendo, com muito trabalho, muita alegria e muito esforço para fazer uma bela temporada “, disse o comandante do Profissional do Ska Brasil.

Na próxima rodada, o Ska Brasil visita o Realidade Jovem, em São José do Rio Preto, na quarta-feira (10), pela segunda rodada do Paulistão Feminino.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *