UBS’s de Barueri ganham reforço para testes rápidos de HIV e Sífilis

A oferta de testes rápidos de HIV e sífilis, disponível em todas a Unidades Básicas de Saúde de Barueri (UBSs), acaba de ganhar um bom reforço. No dia 3 de abril, 27 técnicos de enfermagem concluíram um curso completo para realização do exame.

“Temos a felicidade de entregar às unidades de saúde mais essa mão de obra qualificada que vai ajudar a ampliar a oferta de testes aos munícipes”, comemora Reinildo de Souza, coordenador do Programa IST/AIDS e Hepatites Virais de Barueri.

Com duração de três dias, em um total de 12 horas/aula, o curso capacitou os profissionais, que atuarão juntamente com os enfermeiros responsáveis de cada UBS. “Desta forma, as UBSs poderão aumentar  a oferta de teste rápido, fazendo diagnóstico precoce e oferecendo tratamento oportuno aos munícipes de Barueri, principalmente devido ao aumento de casos de sífilis”, alerta Reinildo.

 

É preciso saber

O teste rápido é uma importante ferramenta para a prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). O resultado sai em apenas 15 minutos e ao detectar alguma doença, a pessoa é prontamente encaminhada ao tratamento, que é ofertado integralmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Submeter-se ao teste com certa frequência é muito importante, principalmente porque as ISTs têm aumentado bastante, especialmente a sífilis, que voltou ao estado de epidemia. De acordo com o Boletim Epidemiológico de Sífilis 2018, os casos da doença aumentaram 28,5% em gestantes, 16,4% na forma congênita e 31,8% na adquirida em comparação a 2016.

Em 2010, a sífilis adquirida teve taxa de detecção aumentada de 2 casos a cada 100 mil habitantes. Em 2016, o número saltou para 58,1 casos para cada 100 mil habitantes.

HIV

Em Barueri, considerando o ano base de 2017, divulgado no Boletim de 2018, 168 novos casos de HIV chegaram ao Serviço de Atendimento Especializado (SAE). Isso não significa que são todos munícipes, já que o serviço é regionalizado. Atualmente, estão em tratamento na cidade 1.695 pacientes soropositivos

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here