Vôlei Osasco Audax vence Pinheiros pela Superliga

PINHEIROS X OSASCO, Superliga 2018-2019, 29jan | Esporte Clube Pinheiros | Foto: RicardoBufolin/PanamericaPress/ECP

O Vôlei Osasco-Audax passou pelo Pinheiros por 3 sets a 0 na noite desta terça-feira (29), no ginásio Henrique Villaboin, em São Paulo (SP). Com grande atuação de Hooker, maior pontuadora da partida com 20 acertos, o time comandado pelo técnico Luizomar venceu com parciais de 25/20, 25/20 e 26/24, em 1h22min. O resultado mantém em alta a moral da equipe, que dá um tempo da Superliga Cimed para voltar suas atenções para a Copa Brasil. Na luta pelo tetracampeonato, enfrenta o Minas Tênis Clube na sexta-feira (1/2), pela semifinal, na cidade de Gramado, Rio Grande do Sul.

A peruana Angela Leyva, que recebeu o troféu VivaVôlei como a melhor da partida, comemorou a performance de todo grupo. “Primeiro agradeço a Deus pelo desempenho e pela vitória. Também quero felicitar a equipe do Pinheiros, que entrou um pouco abaixo, mas se recuperou no final da partida. Nós jogamos muito bem desde o início, focadas no que tínhamos que fazer. No terceiro set, quando ficamos atrás no placar, jogamos como equipe. Soubemos sair de um momento difícil e vencer um duelo contra um adversário forte”, afirmou a ponteira.

O técnico Luizomar também elogiou a postura de suas comandadas. “Viemos para São Paulo com a disposição de buscar um resultado que deixamos escapar no Liberatti. No primeiro turno, mesmo com todas as oscilações, tínhamos a oportunidade de sair com a vitória diante do Pinheiros (derrota por 3 sets a 2)”, analisou o treinador, que completou. “Fizemos os dois primeiros sets muito bons e no terceiro cometemos erros que dificultaram, mas gostei do poder de recuperação. Jogamos o tempo inteiro atrás e virar é importante. Agora é focar na Copa Brasil”.

O jogo – Osasco abriu o placar com Hooker e se manteve à frente do placar durante todo o primeiro set. Com um ace, Nati Martins fez 10/7. Pelo meio, a central marcou mais um ponto para fazer 15/11. Hooker, em mais um serviço que destruiu a recepção do Pinheiros, garantiu o 17/12. A oposta norte-americana também virou para levar a equipe de Luizomar ao set point. Coube a Natasha, que entrou no final da parcial, marcar o ponto decisivo: 25/20.

Após um início equilibrado, quando Pinheiros conseguiu assumir a ponta do placar pela primeira vez no jogo (7/6), Osasco assumiu o controle. Fez 10/9 com Leyva e 15/11 com Nati Martins. Carol, que distribuiu bem as bolas entre suas atacantes, marcou no 16/11, após grande defesa de Camila Brait. As visitantes fizeram 20/13 com Mari Paraíba. E apesar de o adversário esboçar uma reação, O time osasquense repetiu o placar da parcial inicial e ganhou por 25/20.

O Pinheiros voltou disposto a não entregar o terceiro set. Abriu 3/1 e se manteve à frente do placar. Quando fez 10/7, Luizomar pediu tempo. Não adiantou e as donas da casa abriram sete pontos (14/7). Com isso, o treinador osasquense, que promoveu a entrada da levantadora  Claudinha, parou o jogo novamente. A reação das visitantes começou com um ace de Mari (9/14). Quando Natasha fechou o bloqueio, o Pinheiros vencia por 16/13 e pediu tempo. O empate veio com Leyva, no 22/22, após bom saque de Hooker. Com outro serviço eficiente, a norte-americana assegurou a virada. E coube a Hooker fechar o set em 26/24.

Vôlei Osasco-Audax entrou em quadra com Carol Albuquerque (3), Hooker (20), Walewska (3), Nati Martins (8), Mari Paraíba (7), Angela Leyva (8) e a líbero Camila Brait. Entraram: Natasha (3), Kika, Claudinha. Técnico: Luizomar de Moura.

O Pinheiros jogou com Lyara (3), Roberta (5), Mari (5), Herrera (12), Camila Paracatu (13), Payne (3) e a líbero Juliana. Entraram: Fran (2), Pietra (2), Fran, Lorrayna (1), Lorena. Técnico: Sergio Negrão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here