Zona Norte de Osasco vai ganhar velório depois de 10 anos de espera

Capa Cidades

Há cerca de dez anos, a comunidade da zona norte aguardava essa importante obra pública que agora, no governo Rogério Lins, será edificada.

O ex-vereador Mané, que por quatro mandatos ocupou uma das cadeiras no legislativo de Osasco, foi um dos responsáveis diretos pela instalação do velório na Avenida Presidente Costa e Silva, velório este, que no governo do ex-prefeito Emidio de Souza, após uma enchente foi interditado e depois demolido.

Mané, que na época era morador na região, iniciou campanha para que a prefeitura construísse um novo velório, pois os moradores que queriam velar seus entes queridos, sofriam transtornos com o deslocamento para um dos velórios da Zona Sul, como  se constata até em matérias em nosso veículo, como na edição 1090 de 12 de julho de 2013 em que o ex-vereador pede o benefício ao ex-prefeito Jorge Lapas.

Os anos se passaram e nada aconteceu. Mas no extenso plano de governo do prefeito Rogério Lins, entre as dezenas de propostas, também constava a construção desse equipamento público e agora o projeto do velório está saindo do papel.

Na edição da Imprensa Oficial do Município de Osasco (IOMO) do último dia 8, foi publicado o resultado da  licitação com o nome da construtora vencedora e o valor da obra, orçada em pouco mais de R$  2,6 milhões. E o velório será construído no terreno da Avenida Costa e Silva com a Rua José Benedito Regina, 715, no Jardim Elvira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.