ACIB Mulher Barueri promove ações para fortalecer empresárias

Capa Cidades

O fortalecimento das empreendedoras é importante para o sucesso do seu negócio e de todas as iniciativas produtivas e de relacionamento. Por isso, informar o agravamento da violência contra a mulher em tempos de quarentena e isolamento é importante.

Recentemente, divulgamos a matéria da Maristella Iannuzzi, fundadora da CMI Business Transformation e consultora da ONU Mulheres, onde ela faz um relato sobre o aumento do número de mulheres assassinadas neste período de confinamento. Segundo Maristela, entre os fatores que contribuem para a violência contra as mulheres durante a quarentena estão a perda de renda das famílias e o aumento no consumo de bebida alcoólica.

Sensibilizadas e alinhadas com esse propósito, elas estão divulgando mais um movimento com objetivo de apoiar e orientar meninas e mulheres em situação de violência doméstica. Consulte: https://inw.org.br/violencia-contra-a-mulher-covid-19/, site das JUSTICEIRAS no Brasil com informações dos serviços que podem salvar vidas.

Neste site, vocês encontram a cartilha da Secretaria de Políticas para Mulheres com orientações às mulheres incluindo temas relacionados à saúde, cuidados na gestação, à violência no Brasil e no exterior, dentre outros temas, bem como, a nota técnica do Fórum Brasileiro de Segurança Pública sobre a violência durante a pandemia. Link para acessar ao material: https://inw.org.br/iniciativas-pela-defesa-da-mulher-durante-a-covid-19/.

O movimento lançou um serviço de apoio, basta enviar uma mensagem para o número (11) 9.9639-1212, preencher o formulário, que receberá, e aguardar que uma das JUSTICEIRAS no Brasil entre em contato.

Acreditamos que esta mensagem pode ajudar mulheres vítimas da violência e que precisam de ajuda. Por isso, pedimos que compartilhe essa ideia para que atinja o maior número de pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *