Câmaras renovam mais de 50% dos vereadores para próxima legislatura

Capa Política

As duas principais câmaras da região apresentaram uma renovação superior a 50%. Com a totalização dos votos, a renovação na Legislatura (2021-2024) da Câmara Municipal de Osasco será de 52,3%, ou seja, 11 vereadores. Dos atuais 21 parlamentares, quatro não concorreram à reeleição e 10 foram reeleitos.

Além disso, o Legislativo osasquense vai aumentar a representatividade feminina. O quadro atual, de três vereadoras, será ampliado para quatro cadeiras a serem ocupadas por mulheres. 

Outra novidade é que partidos como o PSOL, REDE e PP vão contar com representantes na Câmara a partir do ano que vem. No entanto, o PSDB, que na atual legislatura elegeu três vereadores, deixará de ter representes no legislativo. As duas maiores bancadas serão a do Podemos e a do Republicanos, com três vereadores cada uma. As bancadas do PSD, do PL, do PP e do Patriotas serão compostas por dois vereadores cada. Já os partidos Avante, PSOL, PDT, MDB, REDE, DEM e PSB terão um representante cada no Legislativo municipal.

Em Barueri, a Câmara terá uma renovação de mais de 50% a partir do próximo ano, quando se inicia a 18ª Legislatura (2021-2024). Dos 21 vereadores que ocupam uma cadeira no Plenário Wagih Salles Nemer, 10 conquistaram a reeleição. O vereador Jânio Gonçalves (MDB) não concorreu a um novo mandato. Outros 11 candidatos foram eleitos pela primeira vez. Ornedo Neves (PSDB), entretanto, já ocupou a cadeira de vereador em Barueri como suplente de Toninho Furlan entre fevereiro de 2017 e maio de 2018. A maior bancada em Barueri na próxima legislatura será do PSDB com 4 vereadores, lembrando que o PSDB é o partido do prefeito, em segundo estão PDT e PTB com 3, Republicanos e Democratas com 2 cada e com um PL, PSC, Avante, PSL, Solidariedade e PRTB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *