Defesa Civil de Barueri diz que os próximos meses serão de chuvas acima da média para o período

Capa Cidades

Alerta durante as 24 horas do dia e nos sete dias da semana, a Defesa Civil de Barueri, órgão que é parte da Secretaria de Segurança Urbana e Defesa Social (SSUDS), tem uma importante missão no que se refere à prevenção e salvamentos de pessoas em casos de acidentes naturais. É a Defesa Civil, articulada com outros órgãos municipais, que presta os serviços de socorro em casos de inundações, alagamentos e deslizamentos, por exemplo. 

Como parte de suas funções em Barueri, a Defesa Civil também oferece o serviço de Resgate Municipal. “Atendendo diuturnamente emergências em cooperação com o Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, levando o atendimento pré-hospitalar e a condução de vítimas até a unidade médica mais próxima”, informa o órgão. 

E quando se trata de prevenção, uma das principais ações da Defesa Civil é o trabalho desenvolvido nas escolas municipais, com a finalidade de instruir os alunos da rede sobre a importância da percepção dos riscos de desastres naturais e tecnológicos na sua comunidade. 

Plano nas chuvas de verão 
Nesta época do ano, com regime de chuvas intensas, a Defesa Civil de Barueri preparou medidas de prevenção contra eventuais incidentes típicos desta época do ano, como alagamentos e inundações. 

Por essa razão, está em vigor no município o Plano Preventivo Chuvas de Verão (PPCV), que tem o objetivo de “intensificar as ações de prevenção, de atendimento emergencial e de assistência social, a fim de reduzir ameaças à integridade física dos munícipes, prestar rápido atendimento nas situações emergenciais e promover eficiente apoio assistencial às comunidades afetadas por acidentes decorrentes das chuvas”. 

O coordenador de Proteção e Defesa Civil, Roberto Lago, explica que o Plano Preventivo Chuvas de Verão é o instrumento por meio do qual a Administração Pública estabelece critérios para a definição dos níveis de criticidade para emergências de alagamentos, inundações e escorregamentos de massa (deslizamentos).  

“Realizamos isso baseado no acompanhamento das condições meteorológicas, nos níveis de precipitação, além de informações de campo. Todos os órgãos participantes do PPCV têm suas funções previamente definidas a fim de proporcionar a melhor resposta possível às famílias atingidas”, completa Lago. 

Os níveis de criticidade a que se refere Roberto Lago correspondem a “observação”, “atenção”, “alerta” e “alerta máximo”. Eles indicam o possível grau de gravidade caso haja alguma emergência. 

Chuvas acima da média 
Atenta à estação de chuvas, a Defesa Civil de Barueri informa que as previsões do tempo apontam que os meses de dezembro de 2022, janeiro, fevereiro e março de 2023 devem ter um regime de chuvas dentro ou até um pouco acima da média para o período, com a confirmação do fenômeno “La Niña”. 

Ainda segundo a Defesa Civil, especialmente no estado de São Paulo, em regiões como a da Grande São Paulo, devem receber chuvas acima das médias. “La Niña é o nome dado ao fenômeno climático-oceânico caracterizado pelo resfriamento anormal das águas do oceano Pacífico. Seus efeitos são sentidos no Brasil onde há um aumento no volume de chuvas em várias regiões. 

No longo prazo, a Prefeitura tem investido bastante em grandes obras para o combate a inundações, como a construção de três piscinões e do túnel subterrâneo em Alphaville. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *