GEO se despede da A3 contra o líder Noroeste que tem Richarlyson campeão do mundo

Colunistas Esportes Márcio Silvio

A tampa está sendo fechada sobre o Grêmio Esportivo Osasco na Série A3 do Campeonato Paulista. Com 12 pontos em décimo quinto e penúltimo lugar, vai para a rodada final justamente contra o líder Noroeste e na casa do papão em Bauru. E se encarar o monstro no próprio reduto já é problema dos grandes, fica ainda mais tenso porque no elenco fortíssimo do Norusca tem um cara que vem quebrando tudo, jogador com história campeã no futebol – o canhotinha Richarlyson.

O torcedor do São Paulo sabe muito bem desse moço, pois formou com aquele time campeão do Mundo em 2005; de quebra, o meia que também é volante e vai até de lateral, tem três títulos brasileiros e uma Libertadores na conta. Ricky também faturou títulos estaduais no futebol mineiro e no paulista.

Em Bauru, ele é aclamado supercampeão, vem batendo aquele bolão e se destacando entre os melhores do campeonato. Sim, o moço é o astro do Norusca rumo à Série A2 e só pensa em mais um título na galeria.

Oito jogos fecham a primeira fase nesse sábado, todos às 15h, com o GEO no Alfredão em Bauru e precisando de um grande milagre – vencer o líder Noroeste e com isso escapa da degola, independentemente no resultado da partida entre Barretos e Marília, respectivamente 13º e 14º na classificação geral ambos também na beira do poço. A moçada do Barretos e a do Marília, fica na torcida para que o líder Norusca feche a tampa do Grêmio Osasco, em Bauru. O torcedor sabe, nesse drama de decisão na zona da degola a corda está mesmo arrebentando para o time da região.

De volta ao craque Ricky, ele foi seleção brasileira por dois jogos. Richarlyson Barbosa Felisbino tem 37 anos, é canhoto e quando entra em campo é sempre com muita fome de jogo. E quanto a sábado contra Osasco, como a Locomotiva da Cidade Sem Limites pega um time batido, pode até ser que alguns titulares sejam poupados para as quartas de final, Ricky incluído – até o fechamento desta matéria não havia informação a respeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *