Ipem-SP encontra irregularidades em postos de combustíveis no Centro de Osasco, Presidente Altino e Jardim Conceição

Cidades Destaque

O Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, e órgão delegado do Inmetro, integrou a 18ª etapa da Operação Combustível Limpo, realizada na quinta-feira, 29 de abril, em postos de combustíveis em Osasco e na capital, com a presença do secretário da Justiça e Cidadania, Fernando José da Costa. A força-tarefa tem a finalidade de combater fraudes e irregularidades em postos de combustíveis.  

As equipes do Ipem-SP encontraram irregularidades no Auto Posto Coimbra de Osasco Ltda, localizado na avenida João Batista, nº 907, no centro de Osasco. Das 12 bombas verificadas, foram encontradas irregularidades em três. As irregularidades foram erro de menos 223 ml a cada 20 litros abastecidos contra o consumidor e violação dos pontos de selagem da bomba. 

Os fiscais do Ipem-SP também detectaram erros no Auto Posto Pernambucana Ltda, na rua Pernambucana, nº 21, no Jardim Conceição, em Osasco. As 12 bombas do posto foram reprovadas. As irregularidades foram erro de menos 160 ml a cada 20 litros abastecidos contra o consumidor, violação dos pontos de selagem da bomba e foi detectada a presença de controle remoto com ativação de possível fraude.  

No Auto Posto Nações Unidas Ltda, instalado na rua Werner Battenfeld, nº 150, bairro Presidente Altino, em Osasco, as 13 bombas medidoras de combustíveis do posto foram aprovadas. No entanto, o posto foi autuado devido ao uso indevido da marca Shell.  

Na capital, no Auto Posto Village Jaguaré Ltda, na avenida Corifeu de Azevedo Marques, nº 4.950, o estabelecimento foi autuado devido a violação de interdição das bombas medidoras.  

Não foram encontradas irregularidades pelos especialistas do Ipem-SP no Novo Portal Serviços Automotivos Ltda, localizado na avenida Engenheiro Queiros Teles, nº 352, Jardim D’Abril, na capital.  

A força-tarefa envolve o trabalho de sete órgãos do Governo, entre eles, Secretarias da Justiça e Cidadania (SJC), responsável pela coordenação; Segurança Pública; Fazenda e Planejamento; Infraestrutura e Meio Ambiente; Saúde; Ipem-SP e Procon-SP. 

Desde a sua criação, em outubro de 2021, a Operação Combustível Limpo fez 18 operações. As equipes do Ipem-SP fiscalizaram 84 postos nas cidades de São Paulo, Campinas, Guarujá, Santos, Osasco, Praia Grande e Santo André. Destes, 43 estabelecimentos apresentaram irregularidades e foram autuados pelos fiscais do instituto. 

Caso o cidadão identifique algum estabelecimento que apresente irregularidades, a denúncia pode ser feita para a Ouvidoria do Ipem-SP pelo telefone 0800 013 05 22, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, ou pelo e-mail [email protected] 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.