Jovens que cumprem medida socioeducativa na Fundação Casa de Osasco participarão de Festival Musical

Capa Cidades

Oito jovens do Casa Osasco I e doze do Casa Osasco II, que cumprem medida Socioeducativa na Fundação Casa, se apresentam no dia 12 de junho no Festival de Músicasa da Fundação Casa, no Sesc Santo Amaro, na capital paulista. O tema da edição 2019 é “Mulheres na Música”, uma homenagem a grandes cantoras e compositoras brasileiras.

O evento reúne cerca de 480 adolescentes que cumprem medida socioeducativa de internação em 55 centros da Fundação CASA. O festival acontece entre os dias 11, 12, 13 e 18 e 19 de junho. No dia 12, quando se comemora o Dia dos Namorados, a cantora e compositora Lei Brandão fará uma participação especial no MusiCASA. “É uma excelente iniciativa promover o MusiCASA. Tenho plena certeza que, através da música, podemos mudar a realidade e transformar o mundo”, afirma Leci, que também é deputada estadual em São Paulo e madrinha dos Polos do Projeto Guri na Fundação. As exibições acontecem sempre às 13h.

Os jovens participantes, de ambos os sexos, estão internados em centros socioeducativos das cidades de São Paulo, Arujá, Osasco, Franco da Rocha, São Bernardo do Campo, Santo André, Diadema, Itaquaquecetuba, Guarulhos, Atibaia, Bragança Paulista, Sorocaba, Campinas, Mogi Mirim, Limeira, Jacareí, Mongaguá, Peruíbe, Itanhaém, São Vicente, Santos, Guarujá, Praia Grande, Taubaté, São José dos Campos e Lorena.

Como explica o gerente de Arte e Cultura da Fundação CASA, Wellington do Carmo Medeiros de Araújo, o objetivo deste ano é ressaltar a representatividade da mulher. “Acompanhamos atualmente um processo crescente de valorização do feminino. Por isso, achamos interessante dedicar essa edição inteiramente a elas”, diz.

O MusiCASA é um festival de música itinerante. A abertura da edição 2019 aconteceu na cidade de Botucatu, no dia 28 de maio. Haverá apresentações no Sesc Araraquara (25/06) e no Sesc São José do Rio Preto (27/06). No total, são cerca de 760 jovens participantes na edição deste ano.

O evento é uma vitrine para mostrar os aprendizados dos adolescentes nas oficinas de arte e cultura que acontecem duas vezes por semana nos centros de atendimento socioeducativo. As oficinas são executadas por educadores de organizações sociais parceiras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *