Kelly Segóvia: Do RH para a Realização Artística

Colunistas Talita Andrade

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), nos estúdios de tatuagem hoje em dia, 45% dos profissionais são mulheres. Mas nem sempre foi assim. E aqui, começamos a história da artista Kelly Segóvia, de 32 anos.

Nascida na Vila Prudente, formada em RH, e talentosa nata de desenhos artísticos, a paulista vem ganhando reconhecimento nas redes sociais com seu trabalho diferenciado como tatuadora. “Não sei se é destino, mas desde muito nova eu fazia desenhos em bonecas e em colegas de escola com lápis de cor aquarela. Minha mãe tinha tatuagem e eu achava incrível. E foi aí que eu entendi que queria ser tatuadora quando eu crescesse.”

Antes de se formar em RH, Kelly cursou algum tempo de biomedicina, psicologia e até administração. De fato, ela se sentia bastante indecisa sobre o que seguir, já que não tinha muito incentivo para trilhar o sonho da arte. Entretanto, com seu primeiro salário, ela fez uma tatuagem e se sentiu maravilhosa com ela.

Anos mais tarde, Kelly foi desligada de seu último emprego de cargo administrativo na entidade de credenciamento de advogados, após exercer a proatividade, na intenção de melhorar o ambiente de trabalho. Pelo jeito, o destino começou a dar sinais. “Em um churrasco com amigos, conheci um tatuador e conversamos muito sobre a transformação que a tatuagem fazia na vida das pessoas. Isso despertou em mim a curiosidade novamente e comecei a pesquisar sobre a arte. Fiquei ainda mais apaixonada por esse mundo e decidi mergulhar de cabeça nos estudos sobre estilos, aplicação, empreendedorismo e tudo o que envolvia a profissão. Comprei meu primeiro kit de trabalho e comecei a praticar. Minha família percebeu que era realmente o que eu nasci para fazer e receber o apoio deles foi ainda mais motivador para mim.”

O marido da tatuadora, na época noivo, também foi muito importante nesse início de sonho. Com seu apoio ela pode se dedicar ao estudo das técnicas e encontrar o seu estilo de arte. Sua mãe, após digerir a decisão da filha, a surpreendeu querendo ser a primeira a ter uma arte feita por ela. “Escrevi ‘Família’ com minha letra e sem estudo nenhum de caligrafia. Fiquei bem tensa com a experiência, ainda mais por ser na minha mãe.”

Definitivamente, em três anos de carreira, ela é a rainha da tatuagem Fineline, uma técnica de traço fino, que exige grande habilidade e dom. O que a diferencia ainda mais, em vista das dificuldades enfrentadas no início, em conseguir trabalhar em estúdios para aprender e criar seu portfólio. “Toda área rola machismo, nesse caso, por ser um mundo que antes era mais dominado por homens, tive dificuldade em encontrar alguém disposto a ensinar uma mulher.”

Depois de algumas portas fechadas e “nãos”, Kelly foi aceita em um estúdio, onde aprendeu bastante e conseguiu montar um portfólio de trabalho. Assim foi investindo em cursos e Workshops e em poucos meses, resolveu participar de uma Convenção em Atibaia. “Nunca imaginei que em um ano como tatuadora, eu teria um Stand bombado. Fiquei chocada e muito feliz. Foi mágico!”.

O sonho de Kelly desde o início era trabalhar na Art Fusion, um estúdio bastante renomado no mundo da tatuagem. E com muito tiete, curtidas, marcação cerrada na rede social da empresa, ela conseguiu chamar atenção do dono e teve a oportunidade de mostrar seu trabalho. “Eu não faço só tatuagens. Eu realizo sonhos, elevo a autoestima, eternizo momentos e lembranças. É isso que me faz acordar todos os dias! Mas trabalhar na Art Fusion é mais um sonho realizado para mim. Tenho muito orgulho por ter conseguido e por estar aqui até agora. A estrutura é incrível, meus colegas são de grande referência e admiração para mim. Me sinto honrada em fazer parte do time”.

A tatuadora está beirando 17 mil seguidores no Instagram e sua agenda está bastante disputada. “Logo que entrei na Art Fusion, fui convidada a participar da festa de 25 anos da Gabi Lopes, onde tatuei a Alice Salazar (blogueira de maquiagem) que eu já era muito fã. Fiquei lisonjeada. Sonho MUIIITO em tatuar a Bianca Andrade, a acompanho desde que começou a fazer vídeos para o Youtube, dentre todos seus altos e baixos até ela se tornar a empreendedora empoderada que é hoje.”

Foto: Emerson Uchiyama

Kelly vem conquistando seus clientes por sua doçura, cuidado, delicadeza. Cada pele ela trata como única, cada ideia de arte é como se fosse para si mesma. Sua paciência e amor pelo que faz transcende para quem tem o prazer de passar por suas mãos. E assim, ela borda sua ilustre carreira, criando desenhos e cores felizes nas pessoas.

Foto: Emerson Uchiyama

“Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor.”
(Johann Goethe)

5 thoughts on “Kelly Segóvia: Do RH para a Realização Artística

  1. PARABÉNS filha, que orgulho! É com os olhos rasos d’água que escrevo para ti! Sempre acreditei que vc seria uma profissional excelente, a sua maior grandiosidade é que: VC CONTINUA SENDO O QUE SEMPRE FOI, humilde, carinhosa, compreensiva, amante do que faz! TE AMO MUITO

  2. Parabéns princesa!
    Este é só um começo de uma vida cheia de milagres, esforço e muitas felicidades!
    Te amo muito como sempre…

  3. Parabéns Kelly! Gosto muito de ver seu trabalho aqui no insta, quase fiz minha tattoo com você esse ano, mas isso é um projeto que vou realizar ainda. Sucesso!
    Taty

  4. Menina sensacional e talentosa!!!! Sempre atenta e participativa nos ensinamentos….parabens por cada conquista!!!!! Você é merecedora!!!!!!

  5. Parabéns por este reconhecimento.
    Além de todo seu esforço, talento e amor pelo que faz, sempre se mantem como uma esposa perfeita. Muito obrigado por existir!
    Você merece tudo isso e muito mais!
    Continue assim, com honestidade e profissionalismo o céu é o limite….
    Te amo muito. Tenho muito orgulho de você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *