Lojas de shopping vão funcionar entre 11h e 21h após passagem para fase verde

Destaque Geral

O anúncio da passagem para fase verde dentro do Plano São Paulo, irá alterar o horário de funcionamento das lojas de shopping. Segundo a ALSHOP (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping), as lojas irão funcionar entre 11h e 21h nos dias úteis e sábados, e das 12h às 20h nos domingos e feriados, segundo o plano anunciado pelo governo e mantendo todos os protocolos sanitários aprovados.

“Nosso pleito era retomar o atendimento em horário normal nas lojas de shopping, ou seja, das 10h às 22h pois o setor do comércio foi duramente prejudicado pela pandemia, mas consideramos um avanço ter duas horas a mais de atendimento. Esperamos recuperar parte do movimento perdido pois hoje, mesmo com a retomada, o faturamento das lojas segue em torno de 60% do normal.”, diz Nabil Sahyoun, presidente da ALSHOP.

Próximos passos da reabertura

Nos últimos 15 dias, a ALSHOP tem feito reuniões com o secretariado do governo estadual pedindo a reabertura em horário normal. “Nos próximos dias já devemos ter uma novidade quanto a ampliação do horário retomando nossas atividades normais mesmo que com movimento mais baixo.”, completa o presidente da entidade.

Eventos em shopping, cinemas e teatros

Outra consequência do avanço de fase é a permissão para a reabertura de espaços de entretenimento dos shoppings como cinemas e teatros, com limitação de público e venda de ingressos preferencialmente online. Também serão permitidos eventos dentro dos shoppings e eventos em geral com até duas mil pessoas. “A reabertura dos espaços de entretenimento nos shoppings devem ajudar na recuperação do movimento e das vendas nas lojas, pois um dos fatores para a crise que estamos vivendo é a baixa circulação de pessoas, horário restrito de restaurantes na praça de alimentação e o fechamento de cinemas e teatros ou mesmo a impossibilidade de eventos que movimentam centros de compra.”, finaliza Sahyoun.

Para conscientizar a sociedade e a opinião pública sobre a crise e a retomada da economia, a ALSHOP formou junto com outras 30 entidades e 70 empresários o Instituto Unidos Pelo Brasil. O grupo lançou uma campanha em formato de vídeo, pelas redes sociais, com entrevista a pequenos empreendedores do comércio, sobre os prejuízos e o desemprego causados pelo fechamento do comércio como resultado das ações de contenção da pandemia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *