Metalúrgicos da região de Osasco devem aderir greve geral na sexta, 14

“Nesta sexta-feira, saia de casa só se for para protestar”. Essa é a principal orientação do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região para categoria nesta sexta-feira, 14, dia de greve geral contra a reforma da Previdência.

Já há a sinalização de trabalhadores de diversas metalúrgicas de Osasco e região de que irão aderir à greve. A categoria soma força com motoristas, metroviários, ferroviários, professores, químicos, servidores públicos e outras mais, que já anunciaram adesão à paralisação nacional.

O dia de luta também será marcado por uma manifestação que vai acontecer no Largo de Osasco, às 9h, organizada pelo conjunto do movimento sindical da região. Além de conscientizar a população sobre os ataques a Seguridade Social, o ato vai protestar contra o desemprego.”Os trabalhadores, a população, precisam saber o que a reforma vai significar, os seus prejuízos. Essa luta é de todos!”, ressalta o presidente do Sindicato, Jorge Nazareno.

Para isso, o Sindicato tem distribuído materiais informativos para os metalúrgicos da região. Nesta quarta-feira, 12, a panfletagem ultrapassou as portas das fábricas e chegou nas estações de trem da CPTM, em Osasco e região, quando a diretoria se juntou a dirigentes de diversas categorias para mobilizar a população para a greve geral.

2 COMENTÁRIOS

  1. Imprestáveis, trabalhar que é bom, nada. Ainda bem que essa gentinha é minoria, porque gente decente, de bem, não sai de casa para apoiar agenda ideológica de esquerdista ateu, mentiroso e carcerário!! Vamos jogar água benta nesses néscios que vão perder a mamata, que eles somem. Tem de reformar a Previdência sim, Previdência que os socialistas e seus sequazes lotearam com uma infinidade de laranjas e funcionários fantasmas, só para abocanhar ainda mais o nosso sofrido dinheiro – como se não bastasse essa carga tributária escorchante que eles mesmos nos impuseram. São uns sem-vergonha, come-dorme, sem banho, arrotando caviar enquanto lacrimejam pelo “povo”. O povo para essa turbamulta de grevistas não passa de figura de linguagem, são umas raposas muito velhacas, mas eles não nos enganam mais. As máscaras deles caíram, e o povo está ligado. Vão dar com os burros n’água mais uma vez com essa greve xexelenta que estão armando! Fora petralhas, se mudem para Cuba ou para a Venezuela!
    Viva Jesus, viva Maria!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here