Minha Doce Alegria

Colunistas Márcio Torvano
Na quarentena…

Programa de televisão ressuscitando assuntos velhos. Cada dia vejo mais e mais. Falta de assunto?

Sem falar daqueles vídeos bobos de internet.

Mudando de assunto…

E o famoso foi visto em uma festa. O que eu tenho a ver com isso? Nada. Não dou pitaco na vida dos outros. Aprendi isso na periferia.

Uma questão.

Alguém já cansou de reality show?

Eu já estou quase. Mas admito que dá audiência e todo canal de televisão vive de audiência. Mas que cansa, cansa.

E eu sempre torço por quem o mimimi odeia.

Sobre filmes…

Novo ou repetido tanto faz. Sendo filme bom, eu adoro. E em canal aberto.

Algo nada a ver…

Não condeno ninguém por algo que eu também faria.

E eu ainda sou bobo de colocar no “A Tarde é Sua”, Rede TV. Programa só tem um tema. Só fala de BBB. Triste demais. Só lamento.

E uma sugestão de disco feita por um amigo…

“Álibi” da Maria Bethânia. Disco de 1978. Ano que eu nasci.

E o Silvio Santos já começou mudar o horário do programa “Vem Pra Cá”. Normal. Estranho se não mudasse.

Um ator que eu gosto e estou assistindo muito ultimamente na Record…

Floriano Peixoto.

O cara faz parecer ser fácil interpretar.

Uma assunto que eu aprecio?
Ouvir o compositor falando como fez uma canção. Na internet tem bons vídeos sobre o assunto. Pesquiso sempre.

E eu continuo sentindo falta do Ronnie Von na televisão. Poderia aparecer no domingo no horário do Faustão.

Apesar que o Luciano Huck seria um bom nome também para entrar no lugar do ótimo Faustão.

E minha saudade vai para…

Renato Russo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *