O que minha Televisão anda falando

E depois de tanto papo, parece que a Globo decidiu qual vai ser sua próxima reprise no “Vale a Pena Ver de Novo”, “Avenida Brasil”. Trama de 2012. Foi uma novela que repercutiu muito. Prendeu o país na frente da televisão da metade para o fim.

Não considero a melhor de todos os tempos. “Tieta”, “A Próxima Vítima” e “O Cravo e a Rosa” foram melhores.

E tem aquele problema, é uma trama muito recente. Ainda prefiro novelas mais antigas. E com aquela regra, três atores, no mínimo, já falecidos.

Agora, os cortes vão estragar tudo. Como tudo no Brasil anda sendo cortado, com a novela não vai ser diferente. Não é própria para o horário. Certeza que boas cenas serão podadas.

Mudando de assunto…

Quando começou a “importante” discussão sobre o formato do planeta Terra?

E o mais incrível é ver jornalista entrando nessa briga.
Um assunto nada a ver…

Só para dizer que gosto muito do Fábio Júnior. Como ator e cantor. E uma das músicas que mais gosto do cantor é “O Que é Que Há”. E duas cantoras gravaram esta mesma canção, Gal Costa e Ana Carolina. Ótimas.

Ainda sobre o assunto música…

E morreu o português mais brasileiro do planeta, Roberto Leal. Ótimo desde quando eu nasci. Simpático e gente boa demais. Estive uma vez com ele.

Roberto Leal era estilo Jair Rodrigues. Todo mundo gostava. Uma enorme pena.

E o português Roberto Leal ser sepultado no Brasil é uma enorme prova de amor ao país que tanto o adorou.

Outra coisa nada a ver, mas…

Alguns jovens acham que o mundo foi inventado no ano que ele nasceu.

Mudando de assunto…

Já estou ansioso por três shows da Globo neste final de ano.

“Amigos”, “Sandy & Júnior” e, lógico, “Roberto Carlos”.

Sobre jornalista esportivo…

O jogador Daniel Alves reclamou da imprensa. O que eu acho? Não está errado. Não todos, mas alguns, detonam, humilham jogadores de futebol. E jornalista quando é questionado não gosta. Fica todo ofendido.

Jornalista magoado e ofendido é dose. E jornalista não pode perseguir.

Falando de novo das reprises…

Novelas reprisadas estão chamando mais atenção do que tramas inéditas.

Para fechar…

Saudade do Domingos Montagner.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here