Paulista: Osasco-Audax bate o Pinheiros e vai disputar a nona final consecutiva

O Vôlei Osasco-Audax está em mais uma final Campeonato Paulista Feminino de Vôlei da Divisão Especial. A nona consecutiva. Para isso, a equipe comandada pelo técnico Luizomar derrotou o Pinheiros, de virada, por 3 sets a 1, pelo segundo confronto da semifinal neste domingo (3), no José Liberatti completamente lotado (recebeu 3.800 pessoas). Com o apoio de sua apaixonada torcida, bateu o adversário com as parciais de 23/25, 25/17, 25/21 e 25/22, em 1h45min. Agora, o tradicional clube osasquense vai lutar pelo 15° título estadual. A decisão será contra o São Paulo/Barueri e começa nesta terça-feira (5), às 21h30, no ginásio José Correa. Todos os detalhes e bastidores do confronto deste domingo podem ser conferidos no canal oficial do clube, a Osasco Vôlei TV (https://osascovoleitv.tvnsports.com.br/).

O técnico Luizomar elogiou o comportamento de suas atletas e da torcida. “Jogos assim fortalecem a equipe, fazem com que a gente tenha um feedback do que tem que ser melhorado. Estou muito satisfeito com a linha de passe da equipe. Ainda podemos evoluir muito, especialmente no ataque. Temos muita margem para crescimento. E o time tem trabalhado bastante nos momentos que dá, pois o calendário é apertado. A torcida nos empurrou o tempo todos e conseguimos uma virada incrível no quarto set. Essa vitória e mais essa final é para a cidade de Osasco”, afirmou o treinador, que saiu da quadra direto para uma reunião com a comissão técnica para traçar a estratégia para a decisão.

Entre jogadoras, a felicidade estava estampada no rosto. “É sempre uma emoção vestir a camisa de Osasco. Ainda mais em uma semifinal. Sabíamos que seria um jogo difícil. O Pinheiros tem um time mais entrosado, com uma defesa muito boa. Mas hoje a nossa torcida deu um show. Quem estava aqui, em algum momento, se arrepiou com a força do nosso torcedor. Também conseguimos jogar melhor que na primeira rodada da semifinal, com um sistema defensivo melhor. Nosso time ainda tem muito a crescer, melhorar e evoluir. Esse foi o segundo jogo que o Luizomar teve todas as peças à disposição e vamos em frente”, resumiu a central Bia.

Jaque também não escondeu a emoção “Estou voltando às quadras após um ano e meio parada e fico muito feliz em ajudar a equipe que, aos poucos, vai melhorando e crescendo. Muito merecido tudo isso aqui. Só tenho a agradecer a Deus, pois não é só voltar a melhor forma física e Osasco confiou em mim. Tenho responsabilidade muito grande que é passar e defender, dar volume para o time. A partir daí, que vier em termos de ponto é lucro. O mais importante é a vitória”, disse a ponteira, que conseguiu 11 acertos, sendo a segunda mais eficiente do ataque osasquense. A maior pontuadora foi a cubana Casanova, com 27. “Foi um jogo muito importante, muito forte. Eles têm uma boa equipe, mas conseguimos nos acertar e conquistar a vitória. Eu adoro essa torcida”, ressaltou, feliz, Casanova.

A segunda partida do playoff final está marcada para o José Liberatti, na sexta-feira (8), às 21h30. Para carimbar o passaporte para a decisão, o Vôlei Osasco bateu o Pinheiros em dois confrontos. No primeiro, venceu uma batalha de cinco sets. Na noite de quarta-feira (30), no ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo, ganhou por 3 sets a 2, parciais de 25/22, 21/25, 25/17, 21/25 e 16/14 em 2h10min. Neste domingo, o jogo voltou a ser equilibrado. Mas antes da bola subir, a levantadora Pri Heldes e a ponteira Ellen Braga foram homenageadas pela prefeitura de Osasco e pelo clube em função do título dos Jogos Mundiais Militares. Elas receberam placas comemorativas das mãos do secretário de Esportes do município, Carmônio Gonçalves Bastos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here