Polícia prende homens que roubaram 800 caixas de roupas avaliadas em R$ 1,3 milhão em Barueri

Capa Cidades

A Polícia Militar prendeu seis homens envolvidos em uma tentativa de roubo de veículo com carga de roupas, ocorrido no Jardim Boa Vista, na cidade de Barueri. O grupo foi detido, na noite de terça-feira (16), já na capital.

Uma equipe do 4º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano (BPM/M) foi acionada atender a ocorrência, sendo que o dono do caminhão tinha localizado, por meio do sistema de rastreamento, o veículo parado em um posto de combustível.

Ainda de acordo com a queixa, um grupo de criminosos realizava o transbordo de 828 caixas com roupas, avaliadas em mais de R$ 1,3 milhão para um galpão. Os militares foram até a Avenida Embaixador Macedo Soares, onde encontraram um box de aluguel.

O caminhão não estava mais no local e, com a chegada da viatura, diversos suspeitos começaram a fugir para direção opostas, momento em que dois rapazes foram detidos ainda em frente ao galpão. Os demais foram capturados nas proximidades.

O motorista contou que após carregar o caminhão em Barueri foi abordado por dois suspeitos armados, que o fizeram refém por cerca de três horas, até receberem uma ligação autorizando a libertação da vítima, pois a carga já havia sido deixada ao destino.

O caminhão e semi-roboque foram localizados abandonados na Rua Antônio Nagib Ibrahim, no bairro Água Branca, na zona oeste de São Paulo. Eles foram entregues ao dono após análise. O local dos fatos também foi periciado pelo Instituto de Criminalística.

Durante a ação, os três carros usados pelos criminosos – dois VW/Gol e um LR/Evoque –, mais de dez folhas de cheques preenchidas em nomes de representantes de empresas do ramo têxtil, cinco celulares e mais de R$ 12,7 em dinheiro foram apreendidos.

A quadrilha foi presa em flagrante e conduzida ao 91º Distrito Policial (Ceasa), onde a ocorrência foi registrada como roubo de veículo e de carga, associação criminosa e localização/apreensão e entrega de veículo e de objeto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *