Primeira do Audax convocada, Aninha cumpre treino com a seleção em Pinheiral e faz história

Esportes

Mais que uma convocação, a meia do Audax coloca chuteiras na história do futebol osasquense por ser a primeira de base convocada para a seleção brasileira. A cidade já conta com a estrela Cristiane e que hoje está com o Brasil no SheBelieves Cup nos Estados Unidos, só que a chamada de Aninha para seleção sub 17 faz toda diferença.

Primeiro porque ela vem mesmo das bases, segundo porque estreou recentemente em competições oficiais pelo Audax. Mas se Aninha não tem rodagem importante para pôr na vitrine, precisou apenas de um pequeno espaço de jogo para chamar atenção da técnica Simone Jatobá.

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou a convocação no último dia 6 e as 23 atletas se apresentaram domingo passado no centro de treinamento em Pinheiral, Rio de Janeiro. O objetivo é o Sul-americano ainda sem data. A Conmebol está para agendar para o segundo semestre mas a CBF mantém o planejado e convoca as meninas para o primeiro apronto.

A seleção iniciou os treinos na segunda-feira e segue a pegada até a próxima sexta, 26. Período de avaliação para a comissão técnica checar o futebol de cada uma e, a partir daí, dar início ao calendário do semestre.

Quanto a menina do Audax e mineirinha como ela só, está muito tranquila e preparada para aproveitar o momento. Mas é bom dizer que se Anna Luiza não tem rodagem, vem de uma base bem forte que é a do Atlético Mineiro – tinha 13 anos quando passou no peneirão.

Marcou duas temporadas nas bases do Galo até se mudar para Osasco e se apresentar ao Audax – de cara, camisa 10 para ela. Certo, agora a meia tem essa grande oportunidade de vestir o uniforme do Brasil e quer fazer valer a chance para seguir no grupo e ir para o Sul-americano.

A atleta é mesmo bem jovem para sacar a importância dessa convocação: Aninha faz história no futebol de Osasco e abre um portal de sonhos para tantas outras meninas que batalham por uma oportunidade. Outra coisa é que o Audax não fez boa temporada, números sofríveis. No entanto, mesmo nesse cenário problemático a meia Aninha conseguiu mostrar jogo e o resultado está aí.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *