Projeto de Osasco pede descarte consciente de máscaras para que coletores não sejam infectados

Capa Cidades

A educadora e coordenadora do projeto de reciclagem Ciclo Infinito Consciente, na cidade de Osasco, tem feito diversas ações para ajudar pessoas em situação de rua e seus familiares. Além de distribuir kits com água e sabão e alimentos não perecíveis, a nova campanha é pedir para que a população descarte corretamente os máscaras e as luvas.

Segundo Samantha Alves, as pessoas devem fazer o descarte adequado dos Equipamentos de Proteção Individual, conhecidos como EPIs, para evitar que os coletores de lixo e coletores de materiais recicláveis sejam contaminados pelo Novo Coronavírus (COVID-19). A pandemia está levando a população a usar, cada vez mais, luvas e máscaras e, por isso, o descarte correto – que é no lixo do banheiro – é fundamental.

De acordo com o site da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), as máscaras, luvas, toucas, os aventais e outros itens devem ser separados dos demais lixos da casa e, obrigatoriamente, devem ser colocados junto ao lixo do banheiro. Além disso, a gestão correta dos resíduos sólidos tem sido uma importante aliada e é uma proteção de barreira sanitária contra a transmissão da COVID-19.

1 thought on “Projeto de Osasco pede descarte consciente de máscaras para que coletores não sejam infectados

  1. vi numa entrevista mascaras de garrafa pet é barato e reciclável e de fácil higienização pq não aderem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *