Projeto que ajuda mães de Barueri em conseguir rendas extras continua funcionando

Cidades Destaque

De 2017 a 2019 foi realizada a primeira edição do programa Empório Mães Cuidadoras. O objetivo é a inserção social de mães de filhos com deficiência através da geração de renda. De lá para cá, a realidade dessas mães mudou. Hoje, elas são microempreendedoras com empresa estabelecida no ramo alimentício.

As redes sociais são usadas para divulgar o trabalho e vender os produtos. Os clientes têm acesso a um cardápio digital contendo a descrição de todos os artigos que elas produzem de forma artesanal. As participantes do chamado Empório Mães Cuidadoras I aceitam encomendas, elaboram cardápios temáticos para datas especiais.

Quer conhecer mais? Você pode entrar em contato pelo instagram emporio_dossonhos ou pelo telefone 97158-8560. O endereço é rua Jabolão, 172, Parque Viana.

Com o sucesso e a eficácia que o programa promoveu para o primeiro grupo de mães através de suas ações, surgiu a necessidade da realização do Empório Mães Cuidadoras II.

Os processos de implantação começaram no segundo semestre de 2019 com a realização das inscrições. No início de 2020 aconteceram os primeiros encontros para aplicação das aulas teóricas. Porém, com a chegada da pandemia da Covid-19, os trabalhos presenciais foram suspensos. Atualmente é ofertado o suporte telefônico e digital mantendo o vínculo entre a equipe e as participantes do programa.

Histórico
22 mães participaram do Empório I. No Empório II, há 18 participantes. O programa implantando em 2017 ofereceu cursos de chocolateria, confeitaria, panificação e gestão empreendedora.

A ideia partiu de um sonho. Mães de crianças com deficiências queriam trabalhar, mas precisavam cuidar de seus filhos. Quando pediram ajuda à presidente do Fundo Social, Sônia Furlan, a gastronomia surgiu como oportunidade. O Empório inclusive está apoiado na Lei 2.629/18 de Incubadora Social.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *