Quatro mosqueteiros

Colunistas Sem Mordaça

Na edição da Imprensa Oficial do Estado de São Paulo da última terça-feira, 2, saiu a publicação de nomeação de alguns assessores para o gabinete do deputado estadual Emidio de Souza, ex-prefeito de Osasco, na Assembleia Legislativa. A saber, três ex-vereadores de Osasco, Aluisio da Silva Pinheiro, João Góis Neto e Valdir Pereira Roque e também Luís Claudio Lula da Silva, conhecido no meio político por ser filho do ex-presidente Lula .

Abriu o bico

No próximo ano teremos eleições municipais em todo o país e, em Osasco, as pedras começam a se movimentar, visando o cobiçado Trono do Bussocaba, daquele que é um dos mais importantes municípios brasileiros, Na sessão da Câmara de Osasco, da última terça-feira, o vereador Dr. Lindoso (PSDB), que não esconde de ninguém o seu desejo de disputar a eleição a prefeito, que os Tucanos se reuniram, apararam as arestas internas e ficou definido que o ex-prefeito de Osasco, Silas Bortolosso, será o novo presidente do diretório municipal da agremiação, tendo Lindoso como vice e mais, que ficou definido que o PSDB lançará candidato a prefeito em 2020 e ainda, que o partido vai trilhar agora na oposição ao governo do prefeito Rogério Lins.

Zeladoria

Caso a prefeitura de Osasco reforce o setor de tapa buraco e também o de póda de árvore, certamente haverá uma redução de mais de 50% das indicações promovidas pelos vereadores, como se observa nas sessões ordinárias da Câmara Municipal durante leitura no expediente.

Deteriorado

Em outra edição deste periódico, há duas semanas, alertamos sobre o estado lastimável em que se encontra um pequeno trecho carroçável da Avenida dos Autonomistas, altura do número 2687, sentido Vila Yara, proximidade da Câmara Municipal e em frente a um dos mais movimentados pontos de ônibus de Osasco. É coisa feia e que requer um atendimento urgente do setor competente da prefeitura.

Deteriorado – Parte II

Na tarde desta quinta-feira, 4, uma equipe de zeladoria da Prefeitura de Osasco esteve no local e fizeram o serviço pela metade, tirando apenas o “calombo” da calçada.

Às moscas
Um grande super centro de compras em Osasco está surpreendendo os seus clientes com muitas lojas fechadas e olhe que algumas delas, possuíam grande apelo popular. Então qual o motivo, se a localização é ótima, o estacionamento é amplo e a população da cidade é uma das cinco maiores de todo o estado. Talvez o motivo seja que, ao contrário de outros centros de compras, ele peca pela não divulgação, isto é, investimento em propaganda e ainda por não oferecer atrativos, ou seja, algumas ações que atraiam o público, afinal, a concorrência é grande.

Maternidade

Nesta semana, desde segunda feira, o prefeito Rogério Lins despacha na Maternidade Amador Aguiar, ouvindo pacientes e seus acompanhantes, médicos e servidores em geral, observando necessidades estruturais e profissionais para a melhoria no atendimento às gestantes e a seus bebês. Vale lembrar que na Maternidade inaugurada em 21/09/1996 em 28/02/2019, portanto há pouco mais de 22 anos e cinco meses, aconteceram mais de 137 mil nascimentos e atualmente, a média mensal de nascimentos é de 400. Por toda a história e importância ao povo de Osasco e para que continue a prestar um bom atendimento, a Maternidade Amador Aguiar precisava desta atenção bem especial e “in loco”, do prefeito.

Arruda em alta

Desde o último 2, o ex-vereador, engenheiro e advogado Marcos Arruda, está numa nova função no serviço público. Ele que já foi secretário de Indústria e Comércio de Osasco, secretário de Finanças de Araçariguama e há poucos dias secretário adjunto da secretaria de Trabalho da prefeitura de Osasco, agora é Diretor do Parlamento da Câmara Municipal de Osasco.

Desembarque
Com dirigentes do PSDB de Osasco declarando oposição ao governo Rogério Lins e que, inclusive terão candidato a prefeito no próximo ano, o que mais se comenta nos bastidores é se os tucanos, entre outros, José Carlos Vido e Sebastião Bognar, deixarão seus cargos de confiança na prefeitura ou até mesmo, se continuam e ingressarão numa outra agremiação política.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *