Scooter da Honda chega ao mercado custando R$ 8 mil

A Honda apresenta ao mercado mais uma grande novidade para o segmento de scooters no Brasil. Trata-se da Elite 125, modelo porta de entrada da marca com design arrojado, tecnologia de freios CBS, painel digital, farol em LED e quatro opções de cores (vermelho perolizado, azul claro perolizado, branco e preto).
O nome Elite traz a tradição de quase quatro décadas de utilização em regiões como América do Norte, Europa e Ásia, e é sinônimo de scooters de qualidade superior. Reconhecida mundo afora como referência no segmento, será fabricada em Manaus e tem a missão de atender o cada vez mais exigente consumidor brasileiro do mercado de scooters. Este segmento tem apresentado importante crescimento, muito em razão de fatores como  a praticidade e a economia de seus representantes, demonstradas na Honda pela best-seller PCX 150, a sofisticada SH 150i e pelos icônicos modelos do passado, CH 125 Spacy e Lead 110.A Honda Elite 125 é uma scooter especial não apenas na aparência. Com formas angulosas e agressivas, seu design transmite elevada percepção de modernidade. Porém, é na análise mais detalhada que se revela a alta qualidade e a tecnologia superior aplicada à novidade, méritos que devem garantir a grande aceitação do modelo entre os novos motociclistas.
Impactante no design e requintada pelo padrão superior de equipamentos e caraterísticas técnicas, chama a atenção sua parte frontal, onde o destaque é o grupo ótico iluminado por LED.
Outro item de destaque e tecnologia aplicada vem do painel de instrumentos, dominado pela tela circular em LCD com velocímetro digital, hodômetro total, indicador de nível do combustível e relógio. Complementam o painel áreas laterais ao instrumento principal, que agrupam as diversas luzes-alerta, formando um conjunto ao mesmo tempo eficiente quanto à informação e visualização, diurna ou noturna.
Importantes detalhes evidenciam a praticidade aplicada ao design da Elite 125. Entre eles estão os amplos porta-objetos posicionados na face posterior do escudo frontal, que ainda recebeu um prático gancho para sacolas e mochilas, que garantem abrigo seguro entre as pernas do condutor sem que isso interfira na pilotagem. Outro aspecto relevante é o assoalho plano com dimensões que facilitam o transporte de carga e posicionamento dos pés do piloto.
Característica padrão das scooter é o versátil compartimento sob o assento. Na Elite 125 o acesso ocorre de maneira prática, através da chave de ignição, que permite acesso descomplicado não apenas ao espaço – que pode abrigar um capacete aberto – como também ao bocal de abastecimento de combustível.
A capacidade de seu tanque de combustível é de 6,4 litros, o que proporciona grande autonomia. O banco de dois níveis, situado a apenas 772 mm do solo, oferece uma confortante sensação de domínio do veículo, além de facilitar a condução em baixa velocidade e nas manobras.
O estudo ergonômico aplicado à Elite 125 é responsável pelo conforto oferecido aos condutores de diferentes biotipos e também ao passageiro, que dispõe de uma generosa porção do assento, bons encaixes para os pés, além de alça na rabeta. Tal item se revela útil tanto no aspecto da segurança, para o apoio das mãos do passageiro, como nas operações de estacionamento, também ajudadas pela presença de dois cavaletes, o central e o lateral.
A Elite 125 é dotada de chassi de tubos de aço tipo underbone e conta com um eficiente conjunto de suspensões. À frente, o garfo telescópico com curso de 90 mm está associado a uma roda de 12 polegadas com pneu de medida 90/90-12. Atrás, o sistema de monoamortecedor tem regulagem na carga da mola, curso de 70 mm e conta com pneu medida 100/90-10.
O freio a disco dianteiro de 190 mm de diâmetro e o freio a tambor traseiro de 130 mm de diâmetro se valem do sistema CBS – Combined Brake System, que garante frenagens mais seguras e em espaços menores por conta da ação frenante ocorrer em ambas rodas quando o condutor atua na alavanca de freio à esquerda do guidão. À alavanca direita cabe somente a atuação no freio dianteiro. Trata-se de um sistema eficaz e a de manutenção simples.
Quanto à motorização, a Elite 125 conta com um inédito motor de 124,9 cm3, monocilíndrico, 4 tempos OHC, a gasolina com arrefecimento a ar forçado por ventoinha e partida elétrica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here