Uma década depois Itapevi retoma futebol profissional e está de volta à 2ª Divisão do Paulista

Esportes Márcio Silvio

O palco está prontinho da silva para a volta de Itapevi ao futebol profissional. Fora desse jogo há uma década, retorna com estrutura vitaminada projetando a 2ª Divisão do Campeonato Paulista. O Estádio Municipal André Nunes Júnior foi trabalhado legal pela prefeitura, grama sintética e aquele capricho para o Itapevi Futebol Clube.

Sim, o time já pisou na Segundona dez anos atrás. Depois dessa experiência amarga, deixou o futebol profissional de lado e passou a cuidar unicamente das bases; nesse ínterim, muito expediente para chegar à estrutura de hoje.

Marcelo Neres é o ousado empreendedor do projeto e assina a conquista: na segunda quinzena de dezembro, o presidente foi à Federação Paulista de Futebol para carimbar inscrição do Itapevi FC. Recebido pelo vice-presidente e tetracampeão Mauro Silva, posou para a foto após tudo acertado – é o Lobo Vermelho entrando em campo.

Então é isso, a Segundona tem estreia prevista em 24 de abril com 40 clubes na fita. A FPF realizou primeira conversa com todos dirigentes e em 15 de fevereiro deve fechar o assunto e logo detalhar a competição. No mais, Itapevi chega para rivalizar com outros três da região: Grêmio Osasco, Osasco FC e Ska Santana de Parnaíba.

10 ANOS DEPOIS…
Em 2012 a Bezinha reuniu 42 clubes. Além de Itapevi a região contava mais três em campo: Osasco FC, Sport Barueri e Cotia. Na 1ª fase pelo Grupo 4, Cotia se classificou como melhor quarto colocado com 15 pontos – quatro vitórias, três empates e três derrotas; Itapevi foi eliminado na lanterna, 6º lugar com duas vitórias, um empate e sete derrotas.

Números de sofrências para a equipe que até mostrou ataque legal com 10 gols mas pagando uma defesa vasada, 23 engolidos; no Grupo 5 o time de Barueri se classificou em 2º lugar com 16 pontos e o Osasco FC em terceiro com 15.

Na 2ª fase deu Osasco classificado em 2º com 11 pontos no Grupo 10; Cotia não passou no Grupo 12 – ficou em terceiro lugar com 8 pontos; com os mesmos números de Cotia, o Sport Barueri avançou no Grupo 13 como melhor terceiro colocado.

Os dois da região caíram no mesmo Grupo 14 na 3ª fase e o time de Barueri se classificou legal, segundo colocado com 9 pontos; o Osasco FC tombou eliminado na lanterna com 5 pontos. A 4ª fase de oitavas de final valiam acesso à Série A3 da Primeira Divisão e não deu para o Sport Barueri – eliminado na lanterna do Grupo 19 com 6 pontos.

QUAL A RESENHA DE ITAPEVI E CUBATENSE?
Se o Itapevi FC está ajustadinho hoje, tem a ver com abril de 2004 em Cubatão. No campo do Robertão jogava a novata Associação Atlética Cubatense, que no ano seguinte já entraria no profissional para a 2ª Divisão da FPF – não se daria bem, eliminada na 1ª fase.

Então, três anos após tomar esse chumbo profissional, a diretoria da Cubatense trocou figurinhas com Itapevi, arrumou as malas do clube para se instalar na nova cidade. Era abril de 2008 quando as partes celebraram novo nome para o clube, Associação Atlética Montana Itapevi, projeto inicialmente para as bases.

Esse capítulo valeu até 2011, com a diretoria fechando jogo com a prefeitura por um nome presencial da cidade. Então, no ano seguinte era apresentado o Itapevi Futebol Clube, ação que passou pela Câmara Municipal qualificando o projeto como de utilidade pública. Sobre a 2ª Divisão de dez anos atrás, agora o leitor saca que foi a estreia de Itapevi como time municipal.

A SEGUNDONA 2022
Por ora, de oficial a Federação Paulista de Futebol tem os 40 clubes pré-inscritos, número que pode aumentar até o Conselho Técnico em 15 de fevereiro. A partir dessa data o campeonato ganha formato e a FPF detalha o calendário.
Itapevi ressurge no futebol profissional como Lobo Vermelho, escudo festejado para esse novo capítulo que chega para rivalizar com os três vizinhos – GEO, Osasco FC, Ska.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.