Vivi Oda embarca para Moscou e leva Osasco na ginástica rítmica

Presença histórica do Brasil no primeiro Mundial Juvenil de Ginástica Rítmica, de 19 a 21 próximos em Moscou. E tem Osasco nesse tapete com Viviane Oda Miranda, 14, formando com outras três ginastas da seleção brasileira. Mas bem antes de pisar em solo russo a atleta tem vivido dias de Moscou – toda rotina adiantada seis horas. “Mudamos tudo por aqui e treinamos no horário da Rússia”, explicou a professora Carol Nogueira. O objetivo tático desse treinamento de adequação é para que a atleta já pise em Moscou praticamente ambientada – será desembarcar, respirar fundo e logo entrar na agenda do Mundial.
Vivi viaja com a técnica e árbitra Maria da Conceição, responsável pela ginástica artística de Osasco – a professora Carol não acompanha porque os recursos levantados não cobriram a viagem. Desde quando era uma criancinha de três anos que Vivi é treinada pela professora em Guaratinguetá. Apesar de não estar ao lado da pupila nesse momento histórico, Carol Nogueira sente-se realizada e avisa que ficará online com Vivi o tempo todo – principalmente orientando os treinos. “É bom que isso aconteça porque com atleta de seleção é mesmo assim, nem sempre pode viajar com toda equipe”, comentou. “É um momento histórico pra ginástica rítmica não só de Osasco mas do Brasil.”
Agora mesmo e lendo essa matéria, o amigo leitor pode conferir o relógio e contar seis horas a mais que baterá com o fuso horário de Vivi e das técnicas Carol e Conceição. Mas é claro, toda família da atleta entra nesse pacote russo porque o momento é mesmo extraordinário para todos. Vivi e a técnica Conceição seguem às 3h da madrugada de domingo agora. Fazendo as contas, quando do embarque as duas já estarão adequadas às 9h de Moscou.
Chegando ao destino, o domingo será livre, na segunda-feira haverá evento de boas-vindas, na terça e na quarta seguem atividades de reconhecimento e, na quinta, Vivi faz aquele treinão de apronto final – e online com a professora Carol. Então chega a sexta-feira, 19, primeiro dia de competições que se estendem até domingo 21. Lembrando que a técnica Maria da Conceição participa do Mundial como árbitra e marcando outro momento à parte para a ginástica rítmica de Osasco. Por que Moscou sedia o primeiro Mundial Juvenil? Porque a ginástica rítmica é o único esporte olímpico nativamente russo e a indicação da Federação Internacional de Ginástica é um reconhecimento ao país. Isso aumenta a importância da competição. Quem tem o nome nesse card está fazendo história, caso de Vivi Oda e da árbitra Conceição. (MS)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here