Vôlei Osasco vence o Fluminense no Rio

O Vôlei Osasco-Audax derrotou o Fluminense nesta terça-feira (12), no ginásio da Hebraica, no Rio de Janeiro. As comandadas do técnico Luizomar bateram as cariocas por 3 sets a 0 e devolveram o placar sofrido no primeiro turno. Com parciais de 25/21, 25/19 e 25/18, o time osasquense somou mais três pontos e subiu para a quinta colocação na Superliga Cimed. Agora, encerra sua participação na fase de classificação contra o BRB Brasília na próxima sexta-feira (15), no José Liberatti, na briga para melhorar ainda mais sua posição na tabela.

A oposta Hooker foi a maior pontuadora da partida, com 14 acertos. Contudo, o troféu VivaVôlei foi para a central Nati Martins, que, com uma apresentação regular e eficiente nos três sets, contribuiu com 13 pontos. “O Importante é a vitória do grupo. Fizemos uma boa apresentação, procuramos seguir o plano tático da melhor maneira possível e conseguimos encaminhar uma boa vitória por 3 a 0 contra uma equipe difícil de jogar, ainda mais na casa delas. Agora é focar na última rodada, diante do Brasília”, afirmou a central Nati.

O jogo desta terça-feira foi válido pela quarta rodada do returno da Superliga Cimed. Apesar de jogar fora de casa, a equipe do Vôlei Osasco contou com uma torcida especial e barulhenta. O time feminino de futebol do Audax estava no Rio de janeiro e invadiu o ginásio da Hebraica. No final, as duas equipes se uniram em quadra para fotos. Juntas, comemoraram a vitória que levou a equipe de Luizomar ao quinto lugar do campeonato, com 39 pontos, ultrapassando o Sesi Bauru, que tem 36. Agora, tem chances matemáticas de brigar com Hinode Barueri (41 pontos) e Sesc-RJ (42) pelo quarto e terceiro lugares.

O jogo – A partida começou equilibrada no Rio de Janeiro, com as donas da casa mais equilibradas. Osasco virou o placar no 10/9 com Mari Paraíba, para não largar mais a ponta. Com Leyva, fez 18/16 e um bloqueio de Walewska garantiu uma vantagem de três pontos (20/17). Nati Martins, eficiente no meio de rede, marcou duas vezes para fechar a parcial em 25/21.

A partir do segundo set, as comandadas de Luizomar não deram chance às cariocas. Com uma martelada de Hooker, abriu 15/11. Na inversão, Lorenne entrou em quadra e marcou no 20/15. Com o saque quebrando o passe do Fluminense, o Vôlei Osasco encaminhou uma vitória tranquila, que veio no erro de saque das adversárias por 25/18.

Claudinha seguiu distribuindo o jogo com eficiência. As variações da levantadora facilitaram a vida das atacantes de Osasco, que, na maioria das bolas, encararam um bloqueio quebrado. Resultado, mais uma vitória sem sustos, que veio após um ataque de Nati Martins, eleita a melhor em quadra, com o placar de 25/19.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here