Youtuber osasquense Julio Cocielo é denunciado por Promotoria pelo crime de racismo

Cidades Destaque

O youtuber e influenciador digital Julio Cesar Pinto Cocielo foi denunciado pelo Ministério Público por crime de racismo. De acordo com a denúncia, assinada pela promotora de Justiça Cristiana Steiner, Cocielo praticou e incitou a discriminação e preconceito de cor por meio de comentários publicados em seu perfil no Twitter. As postagens foram feitas entre 2 de novembro de 2011 e 30 de junho de 2018.


Em um dos comentários, o denunciado afirma que “o Brasil seria mais lindo se não houvesse frescura com piadas racistas. Mas já que é proibido, a única solução é exterminar os negros”. 
Para a Promotoria, Cocielo “reforça os estereótipos contra os negros numa mídia de largo alcance sua atividade profissional e sua fonte de renda, contribuindo de modo eficaz para a incitação e proliferação do racismo e de todas as suas consequências psíquicas, sociais, culturais, econômicas e políticas”.
O crime de que o youtuber é acusado é imprescritível e prevê pena de reclusão de dois a cinco anos, mais multa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *