Associação dos Piauienses

Vem desenvolvendo trabalho meritório junto à comunidade do Jardim Mutinga. Seu atual presidente, Benedito André Costa, junto com seus voluntários, está à frente do exemplar projeto “Horta Comunitária” que tem como principal objetivo proporcionar aos seus associados, em situação de vulnerabilidade social, a complementação na alimentação familiar visando saúde e bem-estar das famílias piauienses. A APESP é uma entidade de cunho social que oferece gratuitamente atendimento psicológico, aulas de jiu-jitsu, capoeira, zumba, empreendedorismo, informática, assistência jurídica, incentivo ao projeto educativo do movimento escoteiro para os jovens e ainda auxiliam as famílias com gastos do sepultamento e translado no caso de falecimento de alguém da família piauiense para sua terra natal. A entidade fica na Avenida das Esmeraldas, nº 149 no Jardim Mutinga em Osasco.
Maiores informações pelo telefone 4384-3641.

 

ATRIZ JULIA NERI RODRIGUES

E esta linda princesa de apenas 9 anos fazendo bonito no elenco de atores da peça teatral “O Mágico de Oz” que aconteceu no Teatro Glória Giglio em Osasco. Sucesso e brilhante carreira pra você Gatinha!

 

“ALAOR DA SILVA”

Circense da 4ª geração de família tradicional, incluindo as famílias: Tavares, Landa, Cassinelli, Ozon e Queirollo, Alaor nasceu em 1932, na cidade mineira de Alfenas quando o circo de sua família estava em tour pela região. Casou-se com Jozelma Tavares da Silva em 1954 e com quem teve sete filhos, todos nascidos em Osasco: Alaor da Silva Júnior, José Manoel da Silva, Maria Lucia da Silva, Mario Lucio da Silva e os três que fizeram sucesso como palhaço mais tarde: Mateus Esperança (Pam Pam), João Tadeu (Perereca) e Donato da Silva (Piririca) que atuaram de 1984 até 1990 no Programa Infantil Bambalalão (Circo Eletrônico) da TV Cultura de São Paulo. Alaor em 1937, com apenas 5 anos estreou como Palhacinho Perereca e cinquenta anos depois foi homenageado na TV Cultura nos Programas Metrópolis e Revistinha. Após o sucesso de sua apresentação no famoso Cine Clube Bixiga em 1987 passou a ser representante oficial da Comissão de Circos na Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo no mesmo ano em que se instituiu o Dia Nacional do Circo, organizando o Prêmio “Troféu Picadeiro” em comemoração aos 100 anos do Palhaço Piolim num circo montado no Parque da Água Branca. Em 03/07/2005, através da Lei nº 3.940, a Praça em Presidente Altino, ao lado do Viaduto Único Galláfrio, no final da Avenida Henry Ford, foi denominada “Praça Alaor da Silva”. E para fechar com chave de ouro, Alaor da Silva, através de sua linda família circense, recebeu uma super homenagem no Calçadão de Osasco através do “Programa Nossa História” coordenada pelo gentleman Sebastião Bognar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here