Basket Osasco: Dois talentos das categorias de base do projeto integram o time adulto no Campeonato Paulista

Capa Esportes

O Basket Osasco estreia no Estadual no próximo dia 03/10, às 19h, contra o Corinthians, no Geodésico, que durante a competição estará fechado cumprindo as normas de segurança e saúde por conta da Pandemia

Com dois atletas oriundos das categorias de base do Basket Osasco, o projeto colhe frutos de um trabalho de excelência na formação de atletas.

O ala-armador Tiago Ortega (17 anos) e o ala Gustavo Nascimento (20 anos) se destacaram, respectivamente, nos times Sub-16 e Sub-19 do Basket Osasco, e ganharam espaço para iniciarem suas histórias no time adulto, que irá disputar neste ano pela sexta vez consecutiva o Campeonato Paulista da Divisão Especial.

O Basket Osasco estreia no Estadual no próximo dia 03/10, às 19h, contra o Corinthians, no Geodésico, que durante a competição estará fechado (assim como todos os ginásios do estado), cumprindo as normas de segurança e saúde por conta da Pandemia.

Da base para o adulto
Gustavo deu seus primeiros arremessos em São Paulo, no Parque Maria Domitila, zona oeste da capital, e, posteriormente, no Centro Esportivo de Pirituba até começar a jogar pelo Jaraguá Clube Campestre.

Atleta da categoria Sub-19 do Basket Osasco, Gustavo tem 1,94 m e 83kg, e já mostrou todo o seu talento no vice-campeonato da Liga Paulista B.

“É uma sensação incrível fazer parte desse elenco. Sei que sou novo e tenho que aprender bastante, mas tenho certeza que estarei pronto assim que o professor João Ricardo me chamar para entrar em quadra. Sou grato por todos que me ajudam e pela grande oportunidade que o Basket Osasco está me dando”, comemorou.

Tiago, 1,90m e 75 kg, teve passagens por Continental e Paulistano, sendo campeão da Série Bronze Sub-13 e da Série Prata Sub-15 com o CAP. Mas foi no Basket Osasco que ele desenvolveu habilidades rumo ao time principal, conquistando com o grupo osasquense, na temporada passada, a medalha de bronze no Sub-16, em 2019

“É um sonho se tornando realidade. Fazer parte de uma grande equipe, jogar ao lado de ídolos do basquete e ter a oportunidade de disputar um Campeonato Paulista descrevem a minha emoção”, disse.

Para João Ricardo Lourenço, técnico do time adulto e diretor executivo do projeto Basket Osasco, a ascensão dos jovens talentos mostra que o projeto tem responsabilidade com a modalidade e com o esporte de modo geral.

“Aqui no Basket Osasco nós pensamos no futuro do esporte brasileiro e temos a convicção de que o basquete também irá crescer cada vez mais se apostarmos na base. O Brasil tem muitos talentos e temos que confiar e apoiar cada vez mais os trabalhos de formação”, apontou.

Nome experiente no esporte do município, o prof. Rosinaldo Valério, supervisor do Basket Osasco, exalta o trabalho elaborado pela direção do projeto na revelação de novos nomes para o basquete nacional.

“Fico muito contente de ver o trabalho tendo sequência. O Gustavo jogou a Liga Paulista do ano passado conosco e hoje já faz parte da equipe principal da cidade, e o Tiago, outro talento, este vindo do Paulistano, fez parte do time de Osasco que atuou nos Jogos Abertos do Interior em 2019 e agora já integra também o adulto. Esse é o nosso objetivo: começar a plantar no trabalho de formação e colher bons frutos, com a progressão dos atletas nas mais diversas categorias e agora no adulto. Isso tudo é fruto de um trabalho bem elaborado pelo Basket Osasco”, reforçou.

Já Carlos Alberto Castilho, assistente técnico da equipe principal e técnico de Tiago no Sub-16, reforça o caminho percorrido por cada um dos atletas, apontando a importância do fechamento do ciclo com a presença no time adulto.

“Eles são exemplos que os garotos das categorias de base e das escolinhas devem seguir. O Gustavo esteve no Sub-19 no ano passado, teve uma oportunidade de trabalhar com o prof. Rosinaldo e cresceu muito, sendo um dos destaques também dos Jogos Abertos, juntamente com o Tiago, que está sendo lapidado e tem um potencial muito grande. Vimos nesses dois meninos potencial para integrar o time adulto e fecharmos um ciclo, você ter os dois lados do programa, com as escolinhas que começam aos sete anos, passando por todas as categorias de base, do Sub-12 ao 19, até a equipe profissional adulta”, ressaltou Castilho, que também é professor das escolinhas do Basket Osasco, projeto gratuito que já atendeu mais de 500 garotos do município e região.

Enquanto o Basket Osasco trabalha para mais uma disputa de Campeonato Paulista, a diretoria se concentra para revelar novos nomes, fortalecendo a cidade como formadora de grandes talentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *