Libertadores no SBT

Colunistas Tony Auad



Hoje inicio a minha coluna comentando a transmissão do SBT na Copa Libertadores da América. A emissora que comprou os direitos da Conmebol, vem se perdendo um pouco.

Desde a sua estreia a semana passada deu para se observar que faltou um comentarista fixo que realmente entenda de futebol e saiba comentar tecnicamente.

A princípio era para esse profissional ser o jogador Pato, genro de Sílvio Santos que desde que deixou o São Paulo está parado. Porém a ideia foi descartada.

Na estreia Mauro Beting que é um excelente profissional ficou com essa função e foi bem ao lado do jogador Ricardo Rocha e só foi isso e nada mais.

Tanto é verdade que o SBT perdeu no IBOPE, ficando em terceiro lugar, onde a transmissão do Campeonato Brasileiro pela Globo liderou e a Fazenda da Record em segundo.

Na última quarta feira no jogo Guarani (Paraguai) e Palmeiras os gênios da emissora colocaram o Ratinho para comentar a partida, nada contra se ele fosse do ramo.

Reconheço o grande profissional que ele é quando comanda seus programas de entretenimento, mas futebol ficou muito a desejar não foi um comentário técnico.

Já o narrador Téo José Auad, salvou a transmissão até pela sua experiência pelas passagens na TV Bandeirantes, Fox entre outras ele sabe o que está fazendo.

O problema no SBT é as interferências de Sílvio Santos que apesar de ser o dono da emissora as vezes toma posições contrárias na grade de programação

llFrase Final: Acreditar sempre nos leva a conquistar nossos objetivos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *