CBB cancela o Nacional e última esperança do Basket Osasco é o Paulista

llClubes e torcedores na maior expectativa para o Campeonato Brasileiro, só que o coronavírus pegou geral e forçando medidas drásticas por parte da Confederação Brasileira de Basquete – o fechamento da temporada.
Sim, todos na maior frustração quando a CBB retira o Campeonato Brasileiro de quadra. Sem previsão para ao menos poder planejar alguma coisa, a entidade reuniu-se com os clubes e essa decisão amarga foi unânime. Lembrando, antes dessa medida a entidade havia abortada a temporada do NBB.
Entre os clubes do nacional, o Basket Osasco estava representado e entendeu a medida como acertada diante da pandemia que ainda segue forte. No entanto, a equipe sente barbaridade esse corte porque vinha se preparando desde o final de 2019 e o elenco estava já ensaiando a pré temporada quando o vírus chegou; no mais, seria ano de estreia da Coruja de Osasco no nacional.
Fim de papo quanto a isso, o planejamento do Basket Osasco em quadras da CBB fica para 2021. E agora? Com o Brasileiro fora de jogo, resta uma esperança e o Basket Osasco aposta tudo na Federação Paulista que ainda não jogou a toalha. Conversas com os clubes estão alinhadas semanalmente e a FPB espera ter liberação do governo para retomar a temporada.
Com o futebol voltando, as demais modalidades do esporte paulista estão no apronto de também serem gradualmente liberadas. É o caso do basquete que tem o estadual na bandeja. Certo, a diretoria de Osasco acompanha tudo e fica em posição de cesta de três para garantir o semestre.
Caso a pandemia impeça a FPB de voltar, o prejuízo para a Coruja será mesmo tremendo, beirando o irreparável. João Ricardo Lourenço é a mão que conduz o projeto, vem fazendo milagres administrativos para manter o basquete osasquense em quadra, só que chega no limite do impossível.
Enfim, os últimos dias de julho devem ser decisivos para o dirigente saber o que fazer – ou fecha a tampa do Ninho da Coruja ou vai ajudar na higienização do Geodésico festejando a retomada das atividades. Mas lembrando, isso depende de a federação ter aval do governo para o Campeonato Paulista. (M.S.)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here