De gato da Copinha a campeão Paulista A3 com o Osaco Audax

Dois anos atrás ele era notícia nacional. O zagueiro Heltton Matheus tirava o Paulista de Jundiaí da final da Copa São Paulo Júnior por atuar com documentação falsa. Com idade além da regulamentar, foi inscrito e disputou a Copinha como Brendon Matheus de Lima, 19 anos. Mas o gato foi denunciado e retirado de campo para um ano de punição além de multa de 500 reais.
Em 2017, Heltton Matheus Cardoso Rodrigues tinha 22 anos. No entanto, logo após o escândalo ele foi contratado pelo Audax de Osasco e com garantia de todo suporte jurídico. Punido pelo futebol paulista, cumpriu o ano seguinte longe das quatro linhas federadas
O Gato da Copinha seguiu treinando com elenco e aproveitou para pôr os estudos em dia. Após o ano de gancho foi incluido para disputar a Série A3 com o Audax. Cumpriu apenas cinco jogos mas deixou um golzinho na conta do time que agora festeja não apenas o acesso à Série A2 mas o título da A3.
Heltton fica no Audax até o início de julho quando encerra contrato. Se vai renovar ou não, o zagueiro só tem agradecimentos ao clube de Osasco. Para ele, vestir a camisa do Audax e fechar a temporada com o título paulista é uma redenção – considerando tudo que passou.
No final da tarde de terça-feira o elenco do Audax esteve na prefeitura de Osasco onde foi homenageado pelo prefeito Rogério Lins. Os dirigentes do clube receberam um cartão de prata registrando o momento e afirmaram que no ano que vem o Audax irá forte em busca da elite paulista em 2021.
O técnico Robério Cavalinho não esteve na homenagem, nem o meia Marcondele, principal nome do grupo campeão ao lado do centroavante Danrley Marreta – presente lá; o goleiro Jeferson, outro destaque no acesso e na conquista do título, também não foi à homenagem da prefeitura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here