Dinamismo econômico coloca Osasco entre cidades com alto potencial para empreender

Cidades Destaque

O estudo “A estrada para Crescer”, feito pela agência Virtù em parceria com a organização suprapartidária CLP – Centro de Liderança Pública, e apoio do Grupo CCR, revelou que Osasco é “um oásis” para os empreendedores. De acordo com o Índice de Cidades Empreendedoras (2020), o município ocupa o 3º lugar no ranking geral. Entre os motivos para a atração de bons negócios na região estão: o ambiente desburocratizado, maior que a média brasileira; mercado vigoroso, movido pelos seus mais de 700 mil habitantes; a boa infraestrutura urbana; e o acesso mais fácil ao crédito.

 

O levantamento identifica os principais desafios e oportunidades do cenário social, econômico e fiscal de dez municípios paulistas, e revela vocações econômicas e vulnerabilidades sociais, financeiras e fiscais dessas regiões com o intuito de sugerir caminhos para a retomada do crescimento. Osasco é a segunda da série, que foi iniciada com Barueri.

 

Atualmente, Osasco é o segundo maior PIB do estado e o oitavo do Brasil – 76,6 bilhões de reais. Entre os anos de 2002 e 2018, o crescimento médio ficou em 6%, puxado pelo setor de serviços, que responde por 94% do PIB local.

 

O estudo verificou as vocações econômicas da cidade. No quesito “inovação e dinamismo econômico” do Ranking de Competitividade do CLP, Osasco aparece na terceira posição no Estado de São Paulo. No Brasil, está em quinto.

 

Com fácil acesso e próximo às marginais Pinheiros e Tietê, ao Rodoanel e às principais rodovias que ligam São Paulo ao restante do país, Osasco se tornou um polo atrativo para marcas reconhecidas pela competência logística como o Mercado Livre – empresa de e-commerce com mais de 200 milhões de usuários, e a DHL, empresa alemã que é a maior do planeta nesse setor. Na região também estão sedes de empresas como Bradesco, B2W, iFood, entre outras. Recentemente, esse dinamismo nos negócios recebeu reforço da Camil Alimentos, que investiu R$ 40 milhões na construção de uma nova fábrica às margens da rodovia Raposo Tavares.

 

Administração Pública

 

Como a maioria dos grandes municípios brasileiros, a cidade também convive com problemas sociais. Mas há pontos positivos nesse aspecto. Todos os moradores contam com água encanada e serviço de coleta de lixo; enquanto 93,8% dos osasquenses residem em locais com sistema de esgoto.

 

Os bons números se repetem na educação básica, com 92% dos jovens, de 6 a 14 anos, na escola – a média entre as 405 cidades analisadas pelo Ranking de Competitividade do CLP é de 79%.

 

De acordo com observadores, o potencial de crescimento da área de negócios em Osasco pode ser impulsionado se a administração pública priorizar aspectos sociais essenciais, e continuar a investir no espírito empreendedor.

 

Na opinião de Lucas Cepeda, coordenador da área de competitividade do CLP, o caminho para as melhorias sociais e para o crescimento de Osasco depende de comprometimento fiscal favorável. “É condição basilar para a entrega de políticas públicas de qualidade em longo prazo. Isso porque manter as contas em dia é fundamental para atrair investimentos”, avalia Cepeda.

 

O levantamento mostra que a cidade precisa evoluir na questão do “endividamento público”. Osasco está em 347º lugar no ranking do CLP, com 92% da receita do município comprometida com as despesas correntes. Ou seja, praticamente nada sobra para investimentos.

 

Frente aos desafios é fundamental a população ter acesso aos dados públicos. Com isso, pode conhecer melhor sua cidade, acompanhar iniciativas da prefeitura e de empreendedores; e, quando necessário, cobrar por melhorias. Esse é um dos objetivos do estudo “A Estrada para Crescer”.

2 thoughts on “Dinamismo econômico coloca Osasco entre cidades com alto potencial para empreender

  1. Nasci aqui em Osasco , 2 anos a emancipação ,tenho orgulho de ser Osasquense ,Mas esse momento que Osasco está vivendo ,se deve a determinação do nosso Prefeito que tem se mostrado o quanto ele é competente Parabéns Osasco , Parabéns Rogério Lins

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *