Emidio de Souza classifica coleta de esgoto em Osasco como inaceitável

O deputado estadual Emidio de Souza apresentou, na Assembleia Legislativa, uma emenda ao Projeto de Lei 836, de autoria do Governo de São Paulo, que trata da contratação de operações de crédito para o Projeto de Recuperação do Rio Tietê, obrigando o Estado a realizar investimentos para a implantação de rede de coleta e tratamento de esgoto nos municípios que integram o Subcomitê Pinheiros Pirapora (Jandira, Pirapora do Bom Jesus, Carapicuíba, Osasco, Santana de Parnaíba, Itapevi, Barueri e São Paulo).

Na proposta, Emidio ainda pede que o Governo informe à Assembleia Legislativa o cronograma dos investimentos na região de Osasco.

Emidio explica que a despoluição do Rio Tietê se arrasta há muitos anos e o Governo de São Paulo não tem tratado o assunto com a devida urgência.

Na justificativa da emenda, o parlamentar cita levantamento da Liderança do PT na Alesp mostrando que aproximadamente 30% da população de Osasco e Carapicuíba não possui coleta de esgoto. O deputado classifica esses índices como “inaceitáveis”.

Para o deputado, o projeto de despoluição e recuperação da bacia do Rio Tietê deveria ser visto pelo Governo do Estado como uma prioridade fundamental do ponto de vista social e ambiental. “A destinação de recursos ao saneamento básico não constitui gasto e, sim, investimento, constituindo inclusive condição de dignidade da pessoa humana”, justifica o parlamentar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here