“Estou com muita vontade de voltar a jogar”, diz braçuda Tandara após isolamento por coronavírus

Colunistas Esportes Márcio Silvio

O esporte vai encerrando a temporada enfrentando surtos de coronavírus e a pandemia segue. O vôlei feminino sofre barbaridade com isso, tanto que a Confederação Brasileira não consegue fechar o calendário do ano, esticando jogos para 2021.

A região tem o tradicional time de Osasco e o novato São Paulo Barueri na grade da Superliga, sendo que a equipe tricolor conseguiu se blindar do vírus; mas a osasquense enfrentou problemas com surto em quatro atletas – central Bia, levantadora Roberta, oposta Karina e líbero Kika.

O time teve uma rodada adiada por conta disso, seguindo os protocolos de saúde. Mas não parou aí, pois logo Osasco teria outra ocorrência – a oposta Tandara deixaria a quadra, vítima do coronavírus. No entanto, esse caso da jogadora chama atenção porque ela estava liberada para o clássico contra o Praia Clube, já que havia passado pelos testes de saúde da CBV.

Em Uberlândia e no dia da partida, Tandara resolve conferir tudo novamente e banca exames particulares, quando testou positivo. Claro, isso foi mesmo um golpe duríssimo mostrando que as medidas da Confederação Brasileira têm brechas – tanto que a oposta pediu para a CBV rever os protocolos.

Infectada mas sem sintomas, Tandara ficou de fora das duas últimas rodadas do turno da primeira fase da Superliga. Período de isolamento e de todo cuidado até que, por fim, o coronavírus toma aquela bolada da braçuda que comemora saúde total.
“Estou recuperada, liberada para treinar e com muita vontade de voltar a jogar”, crava a oposta de Osasco, terceira maior pontuadora do nacional por sets; no ranking ponto a ponto ela cai para o 11º lugar com 122 e a ponteira Gabi Cândido assume a primeira mão da equipe com 127 pontos – é a sexta do ranking 2020, liderado pela monstrona Thaísa do Minas com 144.
Osasco tem jogo em 8 de janeiro no Liberatão de Presidente Altino, returno da 1ª fase da Superliga contra o Curitiba. Lembrando, logo a CBV definirá a tabela da Copa Brasil que reúne os oito primeiros colocados.
Quanto a Barueri, a estreia seria dia 5 contra o Fluminense mas a partida fica para 8 de fevereiro por surto de coronavírus na equipe carioca; pela segunda rodada em 12 de janeiro, as novinhas de Barueri recebem o São José dos Pinhais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *