Homem e seu medo de amor

Colunistas Talita Andrade

Eu achava que os homens eram cheios de ego, vaidade e autoconfiança. Mas cada vez que lido com um novo cara, mais me convenço de que se trata do oposto a isso.
Os homens são inseguros, com autoestima baixa e tem uma visão negativa sobre si mesmo. Por conta disso são locutores de discursos egocêntricos e clichês.

Claro que há exceções, mas são raríssimas. Vamos aos fatos analíticos:
Quem nunca ouviu de uma cara que ele não está pronto pra relacionamento? (Eu mesmo ouço isso há 4 anos, de dezenas deles).
Na verdade, essa indisponibilidade pra relação é porque em especial, você, o intimidou com alguma questão. Talvez sua independência, inteligência, beleza, condição financeira. Há alguma coisa que excede em você a ponto de desafiá-lo a evoluir mais para os equilibrar ou os sobressair.

Quem nunca ouviu de um cara, que ele não acredita no amor? (Novamente, já ouvi de dezenas deles).
Essa frase é tão contraditória, que o fato dela ser pronunciada, já a invalida. Algum dia esse homem foi magoado. Homens aprendem a ser pegadores, desleais e infiéis, a não ser que encontrem “a mulher de sua vida”, a qual tem o “dever” de devoção, lealdade e respeito. E quando são feridos por essa mulher, se revoltam em tamanha vulnerabilidade, e generalizam que sempre sofrerá do mesmo mal em cada tentativa de relacionamento.

Quem nunca ouviu de um cara, que ele nunca sentiu uma química tão incrível?
Essa frase é ritual de conquista. Não se abalem com isso, por favor.

A minha intenção com esse texto é alertar que precisamos observar particularmente cada homem com quem nos envolvemos. Deixar de lado o comportamento padrão (que existe, obvio, todavia…), e tentar entender o que está por trás de cada frase batida que este homem está dizendo. Na maioria das vezes, é possível enxergar o homem machucado por trás dessa casca dura ou “cafajeste” que o “princeso” está atuando.

Nós mulheres, rainhas do mistério, temos facilidade em comer pelas beiradas e conseguir o que desejamos. Não se deixem vencer por papinho de homens medrosos. Se você gosta, persista. Se você quer, alcance. Você só precisa descobrir o que você tem de especial que o intimida a ponto de ele querer se proteger de você. Qual o seu superpoder sobre ele?


Identificando esses pontos, pode ser que fique mais fácil se comunicar para nutrir uma segurança para esse homem, mostrando que você não é uma rival disposta a acabar com a masculinidade (frágil) dele.

2 thoughts on “Homem e seu medo de amor

  1. Infelizmente o sexismo está alojado na cabeça de muitos homens, então quando acham uma mulher que ‘voa’ não conseguem aceitar, ou se aceitar eles ‘deitam’ em cima.

    1. Pois é Barbara, se soubessem ver que só tem benefícios e cumplicidade nisso, iriam usufruir de uma relação leve e longe de medos bobos de ego.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *