Investimentos em segurança levam à redução dos índices de criminalidade

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, elencou a área de Segurança Pública como uma das prioridades de seu governo. Uma das medidas foi aumentar o orçamento da área, que saltou de 48,37 milhões em 2015 para R$ 77,57 milhões em 2019, o maior na história da cidade.
Os investimentos tiveram continuidade com a realização do concurso público, que possibilitou dobrar o efetivo da Guarda Civil Municipal; a implantação do Plano de Carreira para valorizar o profissional, assim como a criação da Escola da Guarda Civil Municipal, que serve tanto para a formação do GCM que está chegando, como para a reciclagem dos que já compõem a tropa.
Para dar suporte ao trabalho desenvolvimento pelos guardas nas ruas, o prefeito Lins colocou a tecnologia à disposição com a criação do COI (Centro de Operações Integradas), que faz o monitoramento das mais de 300 câmeras espalhadas em pontos estratégicos de Osasco e que dispõem de sistema, inclusive, para identificação de veículos com queixa de roubo/furto, a partir da leitura das placas.


Novas viaturas e motocicletas foram incorporadas à Secretaria de Segurança e Controle Urbano, visando a ampliação dos trabalhos e a garantia de mais tranquilidade ao cidadão. As operações especiais Amanhecer, Entardecer e Lazer Seguro foram ampliadas, assim como a Ronda Escolar. Aliás, as operações renderam resultados excelentes e a aprovação da comunidade, que pode se deslocar com mais tranquilidade na saída e volta do trabalho, por exemplo.
Com novas viaturas e mais integrantes, a Guarda Civil Municipal ganhou a ROMU, cujos agentes são treinados pela Rota e têm maior efetividade nas operações de ruas, sempre com o apoio da ROMO e das demais equipes. “Intensificamos o patrulhamento e atuamos sempre em conjunto com as polícias Civil e Militar, uma parceria essencial tanto para traçar nossas ações como para atuar em operações específicas”, explica o titular da Pasta, coronel José Virgolino.

Comparativo de Segurança

Esses investimentos refletiram diretamente nos índices de criminalidade, que registraram quedas históricas. Num comparativo entre os anos de 2019 e 2018, baseado nos números disponibilizados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Osasco registrou queda de 83,3% nos índices de latrocínio. Foram 12 ocorrências do gênero em 2018 e duas em 2019. Também houve queda significativa nos índices de roubo: 24,3%, assim como nas ocorrências de roubo de veículos: 36,4%. Osasco registrou redução nos índices de homicídio doloso de 16,6%; estupros de 11,7%; roubos de carga de 12,5%, e de furto de veículos, de 12,9%.
“O trabalho conjunto entre a nossa Guarda Civil Municipal e as polícias Civil e Militar, a tecnologia colocada à disposição e os investimentos em homens e equipamentos (viaturas, motos e armamentos) levaram a essa redução acentuada nos índices. Vamos trabalhar mais para garantir ainda mais tranquilidade aos nossos cidadãos”, disse o prefeito Rogério Lins.
A declaração do prefeito foi feita logo após entregar novos armamentos à Guarda Civil Municipal. Foram 130 pistolas modelo TH 380 da Taurus, que são mais robustas, seguras, mais fáceis de serem manuseadas e contam com capacidade para 18 tiros.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here