Mais moradia

Acompanhado do seu secretário de Habitação Claudio Monteiro, o prefeito de Osasco, Rogério Lins, esteve reunido com titular da pasta estadual, Flávio Amary, nesta quarta-feira. O encontro ocorreu na sede da Secretaria Estadual da Habitação. Lins foi reivindicar o trâmite de demandas para Osasco para o setor habitacional, já apresentadas em encontros anteriores, como a regularização de loteamentos em áreas de assentamento social e a construção de mil moradias.

 

Em breve, novidades

Os projetos deverão ser executados pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) e servirá para abrigar famílias que moram às margens do Ribeirão Vermelho, no Jardim D’Ávila. Também da comunidade Portelinha, na Vila São José. Também Área BT e Movimento Raio de Luz, ambas do Jardim Padroeira. O secretário Flávio Amary ficou de analisar as reivindicações e atuar para que elas sejam atendidas em breve. “Com a viabilização dessas demandas, centenas de famílias receberão o título de regularização fundiária e futuramente novas famílias poderão contar com uma moradia mais digna”, esclareceu o prefeito Rogério Lins.

 

Preocupação tucana

A executiva do PSDB de Osasco está correndo sérios riscos. O atual presidente, ex-prefeito Silas Bortolosso, em conversa por telefone nos informou que os motivos da tentativa de exclusão de toda a executiva, eleita por centenas de filiados do partido, são de finalidade política. “Estive nessa segunda-feira, na sede do diretório estadual para apresentar a defesa”, disse Silas que mais à frente relatou que a proposta era para ele continuar à frente do partido, mas somente ele. “Claro que não aceitei essa proposta”, garantiu o ex-prefeito.

 

Mal explicado

Na quarta-feira, membros da executiva, incluindo dois vereadores; Didi e De Paula, estiveram em reunião para decidir o que fariam à respeito. Silas Bortolosso nos garantiu que como não houve ainda nenhum comunicado do diretório estadual não há nada a fazer por enquanto. Comentários afirmam que a causa dessa decisão estadual foi planejada pelo vereador Dr. Elissandro Lindoso através de uma senhora que presta serviços em um cartório eleitoral da cidade. Ela seria a responsável pelo encaminhamento de queixas ao diretório estadual, até então, não revelado.

 

Partido foi homologado nos anos 90

Lembrar que por diversas vezes Lindoso confirmava a sua candidatura para prefeito com o apoio do presidente estadual da sigla Marco Vinholi. Em uma visita em Barueri em outubro, Vinholi chegou a afirmar que seu candidato a prefeito em Osasco era Dr. Lindoso, mas Silas afirmava sobre a realização de prévias na escolha. Como o partido em Osasco não é provisório, muita água vai rolar ainda. A decisão final, deverá vir do TSE, para decidir se os membros eleitos pelos filiados podem ser dissolvidos. O PSDB de Osasco foi homologado nos anos 90. Século passado.

 

Provisória deixa de existir

Uma resolução do TSE de 2018 definia que toda comissão provisória em diretórios só teria validade para 180 dias que extinguiria no dia 29 de junho de 2019; data final para constituir órgãos definitivos. A regra está prevista na Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nº 23.571/2018, que disciplina a criação, organização, fusão, incorporação e extinção de agremiações partidárias. Mas no caso de Osasco, o partido tem registro há anos. Ou seja, a executiva tem que ser por eleição em disputa de chapas, caso haja mais que uma e só pode ser dissolvida comprovadamente por gravíssimas acusações.

 

Órgãos doados, serviço funerário gratuito

Visando estimular doações de órgãos, o vereador Toniolo (PCdoB) acaba de ver aprovado o projeto de lei 76/2018, que estabelece isenção das despesas para a realização de funeral a pessoas que morrerem em Osasco e que tiverem autorizados a doação de órgãos ou tecidos corporais. Para começar a valer, agora, só depende da sanção do prefeito Rogério Lins. “Existe a lei federal 9334 de 97 que permite a doação de órgãos. O que nós estamos fazendo é a regulamentação para a pessoa ou a família faça a doação. Neste caso, se for morador do município, o serviço funerário totalmente gratuito para o modelo padrão”, esclareceu o vereador.

 

Na presidência do Prodam

O ex-secretário de Governo e Saúde de Osasco, nas gestões Emidio, Lapas e Rogério Lins , Gelso Lima, acaba de assumir a presidência da Prodam, empresa de economia mista vinculada à Prefeitura de São Paulo; uma parceira tecnológica que atua como integradora estratégica em soluções de tecnologia da informação e da comunicação. “Estou muito satisfeito em assumir mais este importante desafio em minha vida. Agradeço ao prefeito Bruno Covas pela confiança, à minha amiga, deputada federal Renata Abreu e ao meu amigo, o vice-presidente nacional do Podemos, Thiago Milhim. A Prodan é uma empresa comprometida com a inovação, a modernidade e a transparência. Farei o meu melhor neste novo desafio”, destacou Gelso.

 

Osasquense no RenovaBR

Com um processo seletivo com mais de 30 mil inscritos, o projeto RenovaBR realizará neste fim de semana, na cidade de São Paulo a diplomação dos aprovados no curso. Osasco tem a participação da advogada e empreendedora social Jéssica Scapin, que amanhã será diplomada na elegante Sala São Paulo. Formada pela Unifieo, a jovem que tem 27 anos, se orgulha da participação no Projeto RenovaBR, para ela: “ … a maior escola de democracia do país”. O curso durou 4 meses com uma rotina de testes, exercícios, projetos práticos e provas.

 

Osasco, sua história

Jorge Kevork Kamalakian nasceu em Osasco, é um apaixonado e profundo conhecedor da história da cidade. Participou do movimento da Emancipação. Desde os 11 anos e em razão do interesse pela História da Cidade, coleciona material, como jornais e revistas, que hoje são consideradas verdadeiras relíquias. Ao longo de mais de 50 anos, reuniu um acervo muito grande de documentos e principalmente material fotográfico, que por muito tempo ficou guardado. Um dia, quando Jorge e sua falecida esposa, Dalva, estavam organizando o material, entenderam que deveriam expor essa relíquia para a população, nascendo a ideia de escrever uma obra.

 

Uma obra para estudantes

E em 2016 lançou o livro “Guardião de Memórias. A história de Osasco em retratos, documentos e reclames”. Através das 188 páginas de “Guardião de Memórias, as pessoas têm a oportunidade de passear pela história da cidade de Osasco a partir de uma nova ótica, nunca mostrada. Uma nova edição foi lançada e disponibilizada para venda, podendo ser encontrada na AACD Osasco (localizada na Avenida Getúlio Vargas, número 1.150, Jardim Piratininga) e na Rua Antônio Agú, número 820, Centro de Osasco. O livro foi todo custeado com recursos próprios, e toda a renda é revertida para a AACD de Osasco, onde a obra está à venda por 25 reais. Também na Rua Antonio Agú, 820 – Tel. 3682-5060.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here