Onde há fumaça

Pode ter fogo. Corre notícia nos bastidores da política em Osasco, que entre outras filiações, o prefeito Rogério Lins (PODEMOS) e o presidente da Câmara Municipal, vereador Ribamar Silva (PRP), estão só aguardando o momento certo para ingressar no Democratas (DEM) e caso ocorra, segundo notícias, a fusão desta agremiação com o PSDB, ambos acabarão no mesmo time dos Tucanos.

Tudo é possível
Caso aconteçam as entradas dos políticos acima citados no meio tucano, como fica a situação do vereador Dr. Lindoso (PSDB)? Ele não esconde de ninguém a intenção de concorrer à prefeitura de Osasco. Lindoso ao que tudo indica, conta com o aval do governador João Doria (PSDB) e de outras lideranças tucanas, entre elas, do prefeito Rubens Furlan e da deputada federal Bruna Furlan e analisando sob esse ponto de vista, vai ser uma parada indigesta, com duas saídas ao vereador, resistir e fazer valer sua força no partido ou bater em retirada e viabilizar sua candidatura a prefeito numa outra agremiação partidária.

Virar o disco
Frase que bem cabe ao Oeste/Barueri na Série B do Campeonato Brasileiro, o rei dos empates. Na edição da competição do ano passado, em 38 jogos colecionou 19 empates e por pouco não foi rebaixado, em 2017 foram 17 empates e por pouco não teve o acesso. E na edição deste ano em 4 partidas já realizadas, o Oeste empatou três e venceu uma. Traduzindo: é melhor perder mais mas ganhar mais, para ficar com mais chances de acesso.

Cristiane é Seleção
Nesta quinta-feira, o técnico Vadão divulgou as 23 jogadoras convocadas à Seleção Brasileira de Futebol para a disputa do Mundial da França, neste mês de junho e, entre elas, a osasquense Cristiane, atacante e maior artilheira da história dos Jogos Olímpicos. Cristiane participou de três edições dos Jogos Olímpicos e marcou 12 gols. No Mundial que acontece na França, o Brasil está no Grupo C e tem a companhia da Austrália, Jamaica e Itália. A estreia do Brasil será no dia 9 diante da Jamaica.

Normatizar
A Mesa Diretora da Câmara, por meio do presidente do legislativo de Osasco, Ribamar Silva, apresentou um Projeto de Resolução com a finalidade de alterar o regimento interno com relação a apresentação de moções pelos senhores vereadores, isto porque não há limite de apresentações das mesmas por cada um dos vereadores e nem tempo determinado para discussões a votações. O objetivo do projeto proposto pela Mesa Diretora é que na primeira parte de cada sessão ordinária, denominada Expediente, cada vereador só pode apresentar uma moção e a discussão e votação terá tempo certo, ou seja 30 minutos. Sem essa medida disciplinadora, como acontece atualmente, são apresentadas centenas de moções com as discussões e votações tomando todo o tempo do Expediente.

Todos por nós
Diz a Constituição Federal em seu artigo 144, que a Segurança Pública é “dever” do Estado. Mas o combate à violência, proteção da vida, do patrimônio público e de bens do cidadão, através da polícia federal, polícia rodoviária federal, polícia ferroviária federal, polícias civis, polícias militares e corpo de bombeiros militares, precisou de um reforço e aí entraram as guardas civis municipais, complementando um dever do “Estado”. Em Osasco, no dia a dia, temos uma guarda municipal atuante, desenvolvendo um grande trabalho na segurança e contando agora com o apoio do Centro de Operações Integradas (COI) com mais de 300 câmeras de monitoramento espalhadas pela cidade. Com as polícias e a guarda, os índices da criminalidade diminuíram em Osasco e a tendência é reduzir mais ainda. Agora, imagine uma Osasco sem a sua guarda civil municipal?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here