Osasco fica em 3º lugar na Superliga, mas torcida é campeã

Dentro de quadra o vôlei de Osasco chegou às semifinais da Superliga e caiu diante do espetacular Itambé Minas, dois jogos e duas derrotas. Na partida de ida no dia 1º, 3 a 1 em Belo Horizonte; no jogo de volta, segunda-feira passada no Liberatão de Presidente Altino, 3 a 1.
A eliminação crava Osasco em terceiro lugar na classificação geral e o técnico Luizomar de Moura só tem elogios para as meninas. Ele fala das dificuldades de montar a equipe após a saída da Nestlé e da parceria salvadora com o Audax, mas aponta a queda de investimento ao comparar com as equipes mineiras que estão na final da Superliga.
Isso à parte, Luizomar de Moura aplaude a torcida de Osasco como principal motivação. Ele conhece muito bem essa arquibancada porque vestiu todas as camisas do clube – esteve no Liberatão como assistente e quando o vôlei ainda era BCN; mais tarde assumiria como técnico e quando Osasco era Finasa, passando por Sollys, Molico e Nestlé. Nesse trajeto, o vôlei de Osasco sempre contou com a torcida mais que apaixonada e que hoje é referência nacional. Quando se fala em jogos no Liberatão, fala-se da torcida porque o espetáculo é garantido. Na segunda-feira e quando a equipe da casa caía diante do Minas, o grito de apoio às meninas não parou. E após o último ponto que eliminou Osasco, a torcida seguiu na cantoria em reconhecimento ao empenho delas. A Loucos de Osasco levou o bandeirão para a quadra, o palco do jogo estava sendo desmontado mas a festa da galera prosseguia. A final da Superliga está para Itambé Minas e Praia Clube.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here