“Osasco terá tolerância zero com o crime”, afirma Rogério Lins

O prefeito de Osasco Rogério Lins entregou nesta quarta, a 2ª fase do Centro de Operações Integradas (COI) mais de 300 câmeras vão vigiar as avenidas e ruas da cidade de Osasco. “Hoje nós podemos alimentar o sistema manualmente e com informações passadas pela população. Se uma pessoa sofrer um roubo ou furto pode ligar no 153, passar a placa do carro, nós vamos alimentar o sistema, e se o veículo passar pelas câmeras será detectado.”
Se um carro for roubado em Carapicuíba, Barueri ou qualquer outras cidade e passar por Osasco será identificado também. “Teremos uma integração muito grande com a polícia militar, nós teremos uma muralha eletrônica que vai acionar as viaturas que estão próximas do veículo furtado ou roubado.”

Ainda segundo o prefeito vai ser possível mudar o sistema semafórico para evitar a fuga dos veículos. “Eu vou conseguir bloquear os semáforos para impedir o avanço do assaltante e com isso dará tempo de uma viatura da GCM chegar ao assaltante.”
O prefeito de Osasco disse que em alguns meses vai ser possível que associações de moradores, condomínios residenciais, comércios e empresas se interliguem ao sistema do COI. “Com isso faremos com que a cidade fique totalmente cercada de câmeras.”
Um dos principais diferenciais do COI é a utilização de um Sistema Integrador, um poderoso software que integra a atuação da Guarda Civil Municipal, do Departamento de Trânsito, da Defesa Civil e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), com “cercamento eletrônico” nas principais entradas e saídas do município, câmeras de monitoramento de alta capacidade e semáforos inteligentes em pontos estratégicos, central semafórica em tempo real nos cruzamentos, radiocomunicação digital para todos os agentes de campo e viaturas, solução de rastreamento e gestão de viaturas, sistema de atendimento e despacho de ocorrências, entre outros, permitindo coordenar a atuação das forças de emergência para atendimento às ocorrências, com regras automatizadas e com baixa interferência humana.
A nova fase do Centro de Operações Integradas (COI) utiliza um sistema integrado de segurança, mobilidade e serviços urbanos, permitindo uma visão da cidade 360º e, consequentemente, uma gestão mais eficiente, excelência da prestação dos serviços de segurança e mobilidade e a construção de uma Osasco mais inteligente.
Além da segurança, o sistema do COI ajudará também em situações atípicas como a que aconteceu no Terminal Vila Yara quando um vazamento de gás provocou a interdição da avenida dos Autonomistas. “Aqui o foco é a segurança pública, mas nós conseguimos reorganizar o sistema de trânsito e semafórico da cidade. Com este tipo de investimento, a cidade de Osasco está ficando cada vez mais inteligente.”
No futuro, a prefeitura fará um aplicativo para que os moradores da cidade façam os apontamentos. “A população vai nos ajudar a abastecer o sistema com placas de veículos roubados, ocorrências de desordem pública, descarte de entulho irregular, agressão a mulher.” As escolas de Osasco também ganharão uma atenção especial do Centro de Operações Integradas. “Está em licitação a instalação de câmeras em 135 unidades escolares para controle de vandalismo e invasões. Osasco vai ter tolerância zero contra a bandidagem.”
Segundo Rogério Lins, nos próximos 15 dias, a Ronda Ostensiva Municipal de Osasco (ROMU) será ampliada. “Nós vamos ampliar em 25% o número de viaturas e até o final do ano vamos contratar 96 guardas.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here