Prioridade

Hoje com a situação econômica do nosso país, são milhões de brasileiros que outrora pagavam planos de saúde, a procurar o serviço público. Em Osasco não é diferente. Agora a pergunta que todos gostariam de saber é, quando e, em qual administração em Osasco, a saúde esteve muito bem? É um poço sem fundo, a população envelhece, as doenças, principalmente o câncer, se alastram entre todas as idades e as prefeituras ficam responsáveis pelo atendimento e sem uma justa contrapartida dos governos estaduais e federal.

Ausência do estado 1
Ontem o ensino fundamental era de responsabilidade do estado e hoje é das prefeituras. O estado não promove nem a manutenção dos prédios de suas escolas e nem cumpre bem a sua responsabilidade que é a segurança do cidadão e por isso, boa parte dos municípios brasileiros procura sanar essa lacuna, instituindo uma guarda municipal, com o objetivo de complementar a segurança do cidadão. São muitos recursos que poderiam ser destinados à saúde e à educação.

Ausência do estado 2
Atualmente, a prefeitura de Osasco fornece funcionários para atuação em órgãos estaduais, incluindo delegacias, justiça eleitoral e até no fórum, entre outras, além de pagar alugueis de delegacias, companhias da polícia militar e até construindo prédio para abrigar batalhão policial, além de ficar responsável pelo término das obras paralisadas do novo Fórum.

Boca maldita
Quem nunca errou ou pecou, atire a primeira pedra. Como são sábias essas palavras. Hoje, principalmente nas redes sociais, algumas pessoas esculhambam, ofendem, acusam, ridicularizam, achincalham, denigrem o próximo, esquecendo de enxergar a si mesmos, mas optando por jogar pedras, enlamear outras pessoas, achando que é melhor culpar os outros e não cuidar da própria vida, ainda mais, quando seus telhados também são de vidro, ou seja, com culpa no cartório.

Fake news

A prefeitura de Osasco está investindo em segurança pública, instalando 305 novos pontos de monitoramento eletrônico em locais estratégicos do município, com objetivo de diminuir os índices de roubos, furtos, estupros, sequestros, entre outros crimes. Esses pontos são interligados numa central (COI), Central de Operações Integradas, com comunicação instantânea com as polícias militar e civil. Contrariando o real, algumas pessoas utilizam as redes sociais para informar, erroneamente, à população, que se trata de instalação de radares.

Bandeira branca
Não vai ser fácil. O PSDB promete desde já, ter candidato a prefeito de Osasco nas eleições municipais do próximo ano. Hoje é sabido, que há dois vereadores com esse desejo, Dr. Lindoso e De Paula e agora um terceiro nome surge, o médico e ex-vereador Dr. André Sacco. Pelo visto, pela divergência já conhecida entre os tucanos, vai ser difícil ocorrer uma conciliação em torno de um nome.

Abuso
Munícipes pedem às autoridades de Osasco, polícía militar, prefeitura e guarda municipal, para solução no que acontece na Rua Platina, em frente à quadra de esportes da prefeitura, travessa da Avenida Luis Rink, no Mutinga. “Já são quatro e meia da madrugada e as músicas continuam para deixar todo o bairro acordado. O 190 foi chamado e não adiantou, nenhuma viatura apareceu e nada da polícia para acabar com a baderna, que ocorre no local todos os finais de semana e às vezes , em dias da semana. Que alguém nos ajude, pelo menos pedindo que coloquem música ambiente e de preferência, as que não agridam a família”.

Vandalismo

Gratuito, depredar por depredar. Essa é uma foto de uma, das muitas cercas que foram arrancadas e que protegiam a futura Universidade Federal de Osasco, em Quitaúna, da ação de sujismundos. Exemplo de ausência de cidadania, depois alguns ainda jogam tudo nas costas dos administradores. É simplesmente uma falta de educação.

Na dúvida

O jornalista Gurupy Martins por muitos anos foi radialista na Nova Difusora, assessor de imprensa da presidência da Câmara Municipal de Osasco, no mandato do vereador José Barbosa e ainda secretário do Partido Trabalhista Brasileiro e com essa somatória. adquiriu muita experiência no meio político local, depois de um período fora da militância partidária, foi surpreendido nesta semana com um convite, voltar a participar da militância política. Gurupy afirma que vai analisar se retorna ou não, a participar ativamente de alguma agremiação.

Doa a quem doer

Na última quarta-feira, o vereador Ralfi Silva, sentindo-se prejudicado por postagens de um cidadão, foi até o 5º DP onde denunciou o fato e foi lavrado um B.O. de calúnia. Segundo o vereador “Calúnia comigo é caso de polícia”. O vereador fez o que muitos deveriam fazer, não deixar barato as postagens caluniosas, difamatórias e injuriosas, promovidas por alguém, principalmente em redes sociais e sentindo-se prejudicado, o caminho é procurar a justiça, onde tudo deverá ser apurado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here