Que os babacas caiam por terra

Colunistas Talita Andrade

Que a mulher é mais madura que o homem, todo mundo já sabe. Mas poxa vida, não precisava ser tanto né?
Homens, vocês estão acabando com a nossa perspectiva de vantagem de maturidade. Tudo porque está inviável nos relacionarmos quando vocês estão tão desqualificados para manter sequer uma conversa num primeiro encontro.

Venho colhendo muitos relatos para poder abrir esse tema na coluna, então a pergunta que está piscando em vermelho e em letras GARRAFAIS na minha cabeça é: O QUE ESTÁ ACONTECENDO NO MUNDO MASCULINO?

A situação é a seguinte:
Você tem o encontro marcado. Leva horas pensando na roupa, arruma o seu cabelo, cuida da depilação, fica indecisa se usa uma lingerie combinando ou não, escolhe o perfume a dedo, se maquia, e o resultado é de tirar o fôlego! Chega no encontro, o crush provavelmente estará elegante também (ou não, já aconteceu), mas quando abre a boca…. “Meu Deus!”.

Primeiro dá vontade de sair correndo. Depois bate o arrependimento de ter gastado aquela produção toda por “nada”. E por último, vem na cabeça o meme do gatinho no banheiro, “falando” para a dona: — Hoje tem ou é à toa mais uma vez?”

Pois é! Os homens são cheios de pregarem que nós mulheres os espantamos com determinadas expectativas. E eles?

Começa que fazendo um balanço de 10 encontros (com 10 homens), apenas 5 aparecem. Inacreditável, eu sei. Claro que eles sempre têm uma desculpa: “meu celular acabou a bateria”; “minha avó morreu”; “meu crédito acabou” (é, risos); “fiquei trancado”; “o elevador pegou fogo”; “a mulher do papa morreu”. E assim por diante.
E não, não tem muito a ver com idade. A base de dados desse texto varia entre homens de 26 a 39 anos. Pasmem!

Agora, pensem comigo, nós: mulheres interessantes, inteligentes, bonitas, vaidosas, carinhosas, queremos alguém similar, não?
E onde vivem? O que comem? Alguém poderia ajudar? (Sem ser casado ok? Pois sei que muitos homens nessas condições já estão fisgados).

Eu, particularmente, não quero qualquer um do lado. Não basta ignorar coisas que incomodam só para ter alguém do lado, para suprir carência e status. Mas nem todo mundo pensa assim, o que nos leva a realidade de tantos relacionamentos infelizes, infiéis, abusivos e traumáticos.
Mulheres, o processo de construção de uma mulher poderosa, bem sucedida e interessante, é composto de experiencias boas e ruins. Sofrimentos, perdas, humilhações, privações, provações enormes, principalmente numa sociedade ainda muito machista. Para sermos o que somos, foi e é um caminho árduo. E você vai aceitar qualquer um para preencher algo que você pode suprir sozinha (e ficará muito melhor)?

Homens, tenho nem conselho para dar hoje, só lamento. Tão perdendo momentos incríveis, por escolhas medíocres.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *